Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

‘Estamos conseguindo vencer isso’, diz estudante de 19 anos vacinado contra Covid em Manaus

_________________Publicidade_________________

Capital amazonense iniciou, neste sábado (10), imunização de jovens de 18 a 29 anos com doenças preexistentes.

“É uma alegria pois estamos conseguindo vencer isso”, declarou o estudante Márcio Ícaro, de 19 anos, logo após ser vacinado contra a Covid em Manaus. Neste sábado (10), a capital começou a imunização de jovens de 18 a 29 anos com doenças preexistentes.

Sete postos de vacinação estarão abertos das 9h às 16h para receber o público (veja endereços abaixo). Atualmente, são vacinadas pessoas de 18 a 59 anos que possuem diabetes, obesidade mórbida ou alguma cardiopatia.

Neste sábado, postos de vacinação da capital amanheceram com filas de carros. A reportagem esteve no posto da Universidade Paulista, no bairro Flores. Uma fila de carros se formou antes mesmo das 9h, horário que começou a vacinação.

Com a família, o estudante Márcio Ícaro foi até o posto para tomar a primeira dose da vacina.

“Eu estou bem feliz porque estamos esperando justamente desde o ano passado, finalmente teve a vacinação agora. Por um parte é bom, por eu estar nesse grupo de risco, apesar de não ser muito bem para a saúde, porém é uma alegria pois estamos conseguindo vencer isso [covid]”, comentou.

Estudante Márcio Ícaro, de 19 anos, foi até o posto para tomar a primeira dose da vacina. — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Estudante Márcio Ícaro, de 19 anos, foi até o posto para tomar a primeira dose da vacina. — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Luana Tomás tem 25 anos e possui obesidade. Na fila, ela conversou com a reportagem antes de ser vacinada. Ela falou sobre a emoção de tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

“Estou muito emocionada, estou sem palavras mesmo. Estou nervosa, e eu peço que ninguém perca a fé porque vai chegar a sua vez. É só tomar os cuidados mesmo devido. Gratidão, primeiramente a Deus, aos profissionais da saúde e graças a Deus, hoje chegou a minha vez”, desabafou.

Com o pai, a estudante Mirelle Franciscone, de 18 anos, que tem diabetes, também esteve na universidade para receber a dose da vacina. Ela disse que já foi infectada pela Covid e a sensação é de esperança. “Eu estou muito aliviada. Eu estava esperando essa vacinação desde o início”, comentou.

Até a sexta-feira (9), de acordo com o “Vacinômetro” municipal, mais de 29 mil pessoas com comorbidades já foram vacinadas em Manaus. Em todo o Amazonas, até esta sexta-feira, mais de 12,2 mil pessoas morreram com Covid. Desse total, 8,5 mil vítimas são de Manaus.

O que levar para vacinação

Ao G1, o titular da Secretaria Municipal de Administração, Ebenezer Bezerra, ressaltou que é importante que as pessoas lembrem de levar o laudo médico, com cópia, constatando uma das três comorbidades. Além disso, as pessoas devem apresentar, obrigatoriamente, documento de identificação original, com foto, e CPF.

Diabéticos que não tenham laudo médico, devem apresentar receita em papel timbrado oficial (do SUS ou de estabelecimento particular de saúde). As pessoas incluídas no grupo prioritário também podem agendar a vacinação, por meio do site Imuniza Manaus.

Postos de vacinação contra Covid em Manaus, das 9h às 16h:

  • Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (Rua Gandu, 119, Cidade Nova)
  • Centro Cultural dos Povos da Amazônia (Avenida Silves, 2.222, Crespo)
  • Universidade Paulista (Unip) (Avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490, Parque 10 de Novembro)
  • Universidade Nilton Lins (Avenida Professor Nilton Lins, 3.259, Flores)
  • Clube do Trabalhador do Sesi/AM (Avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José)
  • Balneário do Sesc/AM (Avenida Constantinopla, 288, Alvorada)
  • Centro de Convenções de Manaus (sambódromo) (Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro, zona Oeste)

Todas as comorbidades a partir de segunda (12)

Depois de concluir a primeira etapa de adultos com doenças preexistentes, o calendário será aberto para as demais comorbidades elencadas como prioritárias pelo Ministério da Saúde, a partir de segunda-feira (12), conforme a Prefeitura.

Os primeiros a serem vacinados serão os da faixa etária de 55 a 59 anos, nos sete pontos de vacinação da capital. A campanha segue ao longo da semana em ordem decrescente de idade.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas