Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Estado recebe 15 toneladas em doação de materiais de combate à Covid-19

A solidariedade tem sido a principal atitude neste momento difícil em que o Acre enfrenta. A pandemia causa perdas, a solidariedade ajuda a amenizar os danos. Graças a esse gesto, o governo do Estado, por meio do Gabinete da Primeira-Dama, recebeu nesta sexta-feira, 12, da Cruz Vermelha Brasileira, por intermédio do Tribunal de Justiça do Acre, 15 toneladas em donativos que serão destinados ao combate à Covid-19 nos municípios acreanos.

A doação foi oriunda da Cruz Vermelha Brasileira Foto: Neto Lucena/Secom

A primeira remessa de doações contém equipamentos de proteção individual (EPI), medicamentos, material de limpeza e de higiene pessoal, repelentes e itens de desinfecção, que serão destinados a Secretaria de Estado de Saúde que fará a distribuição a todos os municípios do Estado. A previsão é que o Acre receba mais 35 toneladas em donativos da Cruz Vermelha Brasileira nos próximos dias. 

A primeira remessa de donativos, consiste em materiais de proteção no combate a Covid-19 Foto: Neto Lucena/Secom

De acordo com a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, essa doação da Cruz Vermelha Brasileira veio na hora certa para ajudar no combate ao novo coronavírus. 

“Agradeço de coração, em nome do povo acreano e do governo do Estado todo apoio que estamos recebendo. Diante dos desafios que estamos enfrentando é a união que faz a diferença, pois sozinhos não conseguiríamos ter esse alcance nas ações”, destacou Ana Paula Cameli.

Primeira-dama Ana Paula Cameli, cumprimentando a presidente do Tribunal de Justiça do Acre, Waldirene Cordeiro Foto: Neto Lucena/Secom

A aeronave da Força Aérea Brasileira trouxe donativos que foram armazenadas pelo Comando de Fronteira Acre – 4º Batalhão de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro, e serão entregues aos municípios do Estado. 

O Tribunal de Justiça do Acre tem sido responsável por coordenar toda a logística de recebimento, armazenamento, separação e distribuição da doação. Para isso, foi montada uma grande força tarefa, com o apoio do Exército Brasileiro. 

A presidente do TJAC, desembargadora Waldirene Cordeiro reforçou a importância da união entre instituições neste momento. “Estamos honrados em poder ajudar a população do Acre, por meio do trabalho de nossos servidores e magistrados, que atuam nessa força-tarefa. Sabemos que toda ação que for realizada no intuito de minimizar os impactos dos problemas que essas pessoas enfrentam é importante e muito bem vinda”, frisou.

A previsão é de que 35 toneladas em donativos da Cruz Vermelha Brasileira cheguem nos próximos dias Foto: Neto Lucena/Secom

O coordenador de Gestão de Riscos e Desastres, Leonardo Ali, frisou que a missão da Cruz Vermelha Brasileira é levar ajuda humanitária e atuar em apoio aos poderes públicos. “Esperamos que essa ajuda possa diminuir o sofrimento da população acreana, que tem enfrentado a cheia dos rios, surto de Dengue, crise imigratória e a pandemia”, disse. 

Via: Agência de Notícias do Acre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas