Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Estado leva ações de assistência social a Feijó e Tarauacá

_________________Publicidade_________________

A titular da Secretaria de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres do Acre (SEASDHM), Ana Paula Lima, realizou agendas nesta semana, em Feijó e Tarauacá.

Com a equipe técnica da SEASDHM, esteve na sede da Secretaria de Assistência Social de Feijó, onde conheceu o grupo de trabalho e a estrutura do local. Em seguida, foi às margens do Rio Envira e visitou o acampamento dos indígenas do povo Ashaninka.

Secretária da SEASDHM, Ana Paula Lima, foi às margens do Rio Envira e visitou o acampamento dos indígenas do povo Ashaninka. Foto: Lucas Oliveira/SEASDHM

Acompanhada do vice-coordenador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Francisco Gomes, e do coordenador da Defesa Civil de Feijó, Onacélio Santos, a secretária conheceu a moradia dos 40 indígenas que residem no local desde abril. “Fomos até lá para conhecer a realidade deles e saber de suas necessidades. Reforçamos a divulgação dos programas sociais aos quais eles têm direito, como o Bolsa Família e o Auxílio do Bem. Além disso, explicamos passo a passo quais documentos eles devem levar até a Secretaria Municipal de Assistência Social para receber o auxílio necessário”, relata Ana Paula Lima.

Equipe tratou das dificuldades enfrentadas pela população indígena Foto: Lucas Oliveira/SEASDHM

A secretária também se reuniu com os representantes do Cimi e algumas lideranças indígenas para tratar das dificuldades enfrentadas pela população indígena, que está em situação de vulnerabilidade e risco social.

Dando continuidade às agendas, Ana Paula Lima, e equipes do Sistema Fecomércio e da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), representando o governo do Estado, reuniram-se com o vice-prefeito de Feijó, Elson José, e com as técnicas da Secretaria Municipal de Assistência Social para apresentar o programa Qualifica Acre. O objetivo é levar qualificação e requalificação profissional para pessoas em vulnerabilidade social nos 22 municípios acreanos, pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG).

Reuniões no interior do estado tem o objetivo de ouvir gestores e comunidade Foto: Lucas Oliveira/SEASDHM

“Esse programa é uma ajuda muito grande para os feijoenses; eles precisam de mais oportunidades no mercado e os cursos irão abrir portas. Eu já fui pintor e ensinei muita gente, mas isso faz bastante tempo; se na minha época houvesse oportunidades como essa, seria muito melhor”, diz Elson José.

Para Feijó, serão ofertadas 240 vagas em nove cursos diferentes. A prefeitura, com o auxílio da Secretaria Municipal de Cidadania e Inclusão Social, irá selecionar os alunos para as vagas ofertadas.

Secretaria reforçou a divulgação de alguns programas sociais, como o Criança Feliz, o Bolsa Família, e o Auxílio do Bem. Foto: Lucas Oliveira/SEASDHM

“Essa ação é mais uma de uma série de contribuições que o sistema Fecomércio e os seus braços executivos, Sesc e Senac, realizam em parceria com o governo do Estado e as prefeituras, com foco no desenvolvimento de competências profissionais das pessoas que estão passando por situações de vulnerabilidade social e econômica neste momento de pandemia”, afirma o diretor de Educação Profissional do Senac, Abrão Maia.

Além disso, a secretária também reforçou a divulgação de alguns programas sociais, como o Criança Feliz, o Bolsa Família, e o Auxílio do Bem. O incentivo de adesão do Município ao Pacto Nacional de Implementação de Políticas para o Idoso foi salientado na reunião.

Encontros são importantes para identificar as necessidades de cada município Foto: Lucas Oliveira/SEASDHM

Em Tarauacá, a secretária esteve com a prefeita Lucinéia Nery e com a secretária de Assistência Social, Camila Figueiredo, para fazer a apresentação do programa Qualifica Acre, também acompanhada das equipes da Fecomércio e da Seplag.

Para Lucinéia Nery, o programa é de total importância, tanto para qualificar os conterrâneos, quanto ajudar na economia local. “Veio no momento certo, principalmente agora que Tarauacá está se reerguendo das alagações e ainda tem sofrido bastante com os impactos da pandemia”, afirma.

Finalizando as agendas, a secretária visitou o Lar dos Idosos Novo Hamburgo, onde foi recebida pela coordenadora, Tereza da Silva Foto: Lucas Oliveira/SEASDHM

Finalizando as agendas, a secretária visitou o Lar dos Idosos Novo Hamburgo, onde foi recebida pela coordenadora, Tereza da Silva; pela representante da Paróquia São José, Francisca Aragão; e pela presidente da Associação de Amparo ao Idoso, Roneida de Lima. Foi apresentada à estrutura física e organizacional da instituição e também aos desafios diários enfrentados para manter os serviços.

“Essa visita me deixa muito contente, porque, além de criar vínculos e conversar pessoalmente, a secretária pôde ver de perto o lar e a nossa realidade”, diz Roneida de Lima.

A titular da SEASDHM entende que é fundamental a Assistência Social estar presente e conhecer a realidade de todos. Ainda intensifica a lembrança do Junho Violeta, mês de conscientização da violência contra a pessoa idosa. “Não há momento melhor para conscientizar a sociedade sobre a importância de cuidar dessa geração”, avalia.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas