29 de junho de 2022   |   07:15  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Estado define criação de comitê emergencial para apurar surto de doenças respiratórias em crianças

Governo do Estado definiu, neste domingo, 12, a criação de um comitê emergencial para acompanhar os recentes casos de síndromes respiratórios.

_________________Publicidade_________________

Neste domingo (12), o governo do Acre decidiu pela criação de um comitê emergencial para acompanhar o surto dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) que acometeu crianças nos últimos dias. Além da participação de membros do Estado, a proposta é que representantes de outras instituições integrem a comissão.

“O governo do Estado é o principal interessado em saber o que realmente aconteceu e a prova disso é a criação deste comitê. Queremos o acompanhamento de outros órgãos para trabalharmos de maneira transparente e esclarecer os fatos à sociedade”, afirmou o secretário da Casa Civil, Jonathan Donadoni.

Uma nova reunião será realizada nesta segunda-feira, 13, para a formulação do comitê e a sua criação deverá ser publicada no Diário Oficial da próxima terça-feira (14). “Mesmo cumprindo agenda fora do país, o governador Gladson Cameli está acompanhando essa situação de perto e nos pediu empenho e agilidade nesta apuração”, informou José Rosemar Messias, chefe do Gabinete do Governador.

A secretária de Saúde, Paula Mariano, reforçou não só o empenho do Estado, mas também dos profissionais da rede pública hospitalar para que a população seja bem atendida. A gestora classificou a criação do comitê como necessária para que o ocorrido seja esclarecido à população.

“Todos os dias saímos de nossas casas para ajudar a salvar vidas. Essa é a nossa maior missão. Lamentamos e nos solidarizamos com as famílias por essas perdas, e damos total apoio para que essa situação seja averiguada com seriedade”, enfatizou.

Presente à reunião, o secretário de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão, reforçou o interesse do Estado para que a situação seja esclarecida. “Precisamos expor a verdade de tudo que aconteceu e, caso seja comprovado algum tipo de irregularidade, buscar a devida responsabilização”, argumentou.

Por Agência de Notícias do Acre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS

AS ÚLTIMAS

top 10 mais lidas