Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Entidades médicas pedem a Gladson que vete lei aprovada na Aleac que permite a contratação de médicos formados no exterior sem o Revalida

_________________Publicidade_________________

O Sindicato dos Médicos do Estado do Acre (Sindmed-AC), o Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) e a Associação Médica do Acre (Amac) publicaram uma nota no meio da tarde desta quarta-feira (19) para repudiar a aprovação do PL 45/2021, de autoria do deputado Edvaldo Magalhães. A nova lei que aguarda sanção do governador Gladson Cameli, prevê a contratação de médicos formados no exterior durante a pandemia da covid-19.

As entidades médicas chamaram a aprovação por parte dos deputados de “ato politiqueiro” e acrescentaram que “usar o sonho de pessoas como forma de obter voto pode ser um risco para toda a população que realmente precisa de profissionais habilitados. A aprovação do Projeto de Lei teve contornos negacionistas, rejeitando a luz do esclarecimento científico, e a necessidade de comprovação dos conhecimentos obtidos em Instituição de Ensino de outro país para atuar no Brasil”.

Em outro trecho da nota, Sindmed-AC, Amac e CRM-AC “pedem ao governador Gladson Cameli o veto ao projeto que causará danos maiores ou equivalentes à pandemia pelo coronavírus”.

Via: Notícias da Hora

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas