4 de julho de 2022   |   21:59  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Engenheiro mineiro ganha sorteio e será 2º brasileiro a ir ao espaço

Brasileiro Victor Correa​ Hespanha comprou um NFT de empresa parceira do Blue Origin e vai confirmar que a Terra não é plana.

_________________Publicidade_________________

Um engenheiro de produção de 28 anos deverá se tornar o segundo brasileiro a ver o planeta Terra do espaço. O mineiro Victor Correa​ Hespanha ganhou um sorteio e deverá fazer a viagem espacial ainda este ano, como turista em uma cápsula da empresa norte-americana Blue Origin, companhia do bilionário Jeff Bezos.

Para participar da promoção que o levará ao espaço ainda este ano, Victor comprou um NFT, que é uma imagem digital, mas com certificação de exclusividade A Crypto Space Agency, empresa que vendeu o NFT, é parceira da Blue Origin e vai bancar a passagem na cápsula New Shepard, que deverá fazer a quinta viagem “turística” da empresa ao espaço em algum momento de 2022.

“Comprei [o NFT] pensando no potencial de valorização, nunca imaginei que seria sorteado”, disse o mineiro em entrevista. “Estou realizando um sonho de criança por meio de um NFT, a ficha ainda está caindo. Minha família está bastante ansiosa, assim como eu. Todos animados e ansiosos. Como muitas crianças brasileiras, já sonhei em ser astronauta. Confesso não ser um tema que acompanhava diariamente, mas sempre tive bastante curiosidade, acompanho alguns canais de tecnologia e ciência e me chamou atenção o quão infinitas são a exploração espacial e as oportunidades que temos para desenvolvimento de tecnologia e alternativas de inovação”, completou o sortudo.

Viagem turísticas ao espaço

Apesar de já ter feito quatro viagens para a borda do espaço sideral, a Blue Origin ainda não vende passagens no mercado aberto, então não é possível saber exatamente quanto Viktor estará “economizando” ao ganhar a passagem, mas a cifra seguramente supera os US$ 100 mil.

As cápsulas New Shepard ultrapassam os 100 km de altura em seus voos, o que não é suficiente para entrar na órbita da Terra, mas possibilita aos passageiros ver a curvatura do planeta e confirmar que ele não é plano.

Conheça Victor (embaixo à esquerda) na imagem de divulgação divulgada pela Blue Origin:

Segundo brasileiro no espaço

O primeiro brasileiro no espaço foi o ex-astronauta e ex-ministro Marcos Pontes, que viajou para a Estação Espacial Internacional em 2006, graças a um convênio fechado pelo governo brasileiro. Na época, Pontes era oficial da Aeronáutica e já havia passado por treinamentos da Nasa, a agência espacial norte-americana.

Por Metrópoles

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS