Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Energia solar vai permitir produtores de área rural em Marechal Thaumaturgo a aumentar produção de farinha

A primeira usina solar instalada pela Energisa em uma comunidade rural no Acre foi elogiada na sessão desta terça-feira, 23, da Assembleia Legislativa (Aleac) pelo seu presidente, Nicolau Júnior.


Na semana passada, o governador Gladson Cameli ao lado do presidente da Energisa, José Adriano Silva, autorizou o início da obra de implantação da usina fotovoltaica de energia solar na Vila Restauração, às margens do Rio Tejo, na Reserva Extrativista do Rio Juruá.


Durante seu pronunciamento, Nicolau lembrou de como a instalação da usina vai ser importante para a comunidade. “É um sonho meu e de todos os deputados da região do Juruá, assim como do governador, levar essa energia até aos moradores. São mais de 200 famílias muito fortes na produção da farinha. Vai proporcionar o aumento da produção também de milho e do feijão e melhorar a vida daquelas pessoas. Quero parabenizar a Energisa e dizer que isso, inclusive, pode ser um modelo para o país”, frisou.


Nicolau lembrou ainda que na agenda realizada na região foi assinada a ordem para o início dos trabalhos de reforma, revitalização e cerca mento do aeroporto. A obra vai custar R$ 2,4 milhões de reais e deve ficar pronta em cerca de 5 meses. A boa notícia é que 80% da matéria-prima já está no canteiro de obras da empresa responsável.

“São mais de 2 milhões de reais para esta reforma de extrema importância. Na época do inverno, temos dificuldade com as condições da pista. Não estamos falando de passeio, mas antes de tudo da saúde de um paciente que precise deslocar para outro município no caso de uma emergência”, disse.

Assessoria ALEAC

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas