Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Empresária Florinda morre depois de anos lutando contra doença degenerativa

_________________Publicidade_________________

A luta da empresária cruzeirense do ramo de doces, Maria Florinda Rodrigues,52, chegou ao fim neste domingo, 28 de março, com o seu falecimento. Flor, como era conhecida, sofria de uma doença neurodegenerativa progressiva, conhecida por ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica).

É uma doença rara, para a qual não existe evidência de tratamento que leve à cura. Ela afeta o sistema nervoso e acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante. Florinda ainda buscou tratamento nos Estados Unidos, onde conseguiu diminuir os impactos da enfermidade, que mesmo assim avançou.

Durante muitos anos Flor foi proprietária do restaurante Napolitana, que funcionou no centro de Cruzeiro do Sul. Em nota, a maçonaria do Acre lamentou a morte da cunhada, que era esposa do empresário e Mestre maçom José Sérgio de Araújo Correia.

Nota de Pesar

O Grande Oriente do Brasil-Acre, através do Eminente Irmão Osmir D’Albuquerque Lima Filho e demais Irmãos de sua Jurisdição, manifestam os mais profundos sentimentos de Pesar, pelo falecimento da cunhada MARIA FLORINDA RODRIGUES, com 52 anos, nesta data, no Oriente de Cruzeiro do Sul, Acre.
A cunhada Florinda era esposa do Mestre Maçom José Sergio de Araújo Correia, da “Fidelíssima Fraternidade Acreana”.
Empresária de sucesso, sempre ajudava na elaboração de eventos maçônicos e era uma ativa colaboradora de causas sociais, principalmente junto as creches do município de Cruzeiro do Sul.
Que o Grande Arquiteto do Universo a receba na Glória Eterna.
Nossas condolências aos familiares e amigos.

Oriente de Rio Branco-Acre, aos 28 de março de 2021.

Osmir Lima
Grão-Mestre do GOB-Acre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas