Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em nova classificação de comitê da Covid-19, Acre é mantido mais uma vez na faixa amarela

_________________Publicidade_________________

Dados foram divulgados nesta quinta-feira (10), pelo comitê de Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

As três regionais do Acre foram mantidas mais uma vez na fase de atenção, representada pela cor amarela, em nova classificação divulgada pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, nesta quinta-feira (10). Sem mudanças, continuam valendo as mesmas medidas sanitárias já estabelecidas no estado.

As medidas são válidas para os próximos 15 dias. Os dados da avaliação são feitos entre as duas últimas semanas epidemiológicas, entre 23 de maio a 5 de junho.

“Nós não tivemos grande mudanças nesse cenário. É importante trazer esses dados para informar que nada mudou em relação a classificação de nível de risco, mas que os cuidados sanitários permanecem. É muito importante que toda população siga com os cuidados sanitários que são, hoje, orientados pelas autoridades em saúde de todo nosso estado”, disse coordenadora do Comitê, Karolina Sabino.

O Acre está na faixa amarela desde o dia 11 de maio, depois de passar mais de três meses no vermelho. Com a atual fase de classificação, todos os segmentos comerciais e igrejas podem funcionar com a capacidade de 50%. E o horário de funcionamento para bares e restaurantes fica estendido até a meia-noite.

O Acre chegou a83.473 casos de Covid-19 e o de mortes a 1.697 até essa quarta-feira (9). 152 exames de RT-PCR aguardavam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. O estado tem 148 pessoas internadas, das quais 130 com teste positivo para Covid-19.

Regiões

  • Alto Acre: Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri – faixa amarela;
  • Baixo Acre e Purus: Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard – faixa amarela;
  • Vale do Juruá e Tarauacá/Envira: Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá – faixa amarela.

A avaliação do comitê leva em consideração sete fatores: índice de isolamento social; índice de notificações por síndrome gripal; índice de internação por síndrome gripal; índice de novos casos por síndrome gripal Covid-19; índice de óbitos por Covid-19; ocupação de leitos clínicos – Covid-19 e ocupação de UTIs Covid-19.

Como funciona a fase amarela

Na fase amarela, podem abrir restaurantes, bares, pizzarias, sorveterias e outros estabelecimentos similares com 50% da capacidade, teatros, cinemas e apresentações culturais, como também evento religiosos, com 50% da capacidade.

Lojas de móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, comunicação, informática, áudio, vídeo e colchoarias podem continuar funcionando com todos os protocolos sanitários e aumentando a capacidade limitada de 50%, além de delivery e drive-thru.

O aumento da capacidade também é válido para lojas de materiais de construção, empresas e obras do ramo da construção civil e demais estabelecimentos como olaria, cerâmicas, serraria, marcenarias e marmorarias.

Feiras livres, comércios de rua, ambulantes e outros também seguem abertos seguindo as orientações de segurança. Para hotéis, shoppings, salões de beleza e motéis a capacidade de funcionamento é a mesma.

Por G1 ACRE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas