7 de agosto de 2022   |   14:45  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em noite de 7 a 1, Flamengo avança na Libertadores

Pedro é o artilheiro do jogo com quatro gols.

_________________Publicidade_________________

Empurrado pela sua apaixonada torcida (que compareceu em peso, com mais de 61 mil presentes), o Flamengo não deu chances ao Tolima (Colômbia) e goleou por 7 a 1, nesta quarta-feira (6) no estádio do Maracanã, e se classificou para as quartas de final da Copa Libertadores, onde medirá forças com o Corinthians, que passou pelo Boca Juniors (Argentina).

O Rubro-Negro não sentou em cima da magra vantagem de 1 a 0 (gol do volante Andreas Pereira, que deixou o time da Gávea) construída no confronto de ida e partiu para o ataque. E aos 4 minutos a equipe comandada por Dorival Júnior abriu o placar, quando Pedro tocou para o uruguaio Arrascaeta, que devolveu com um passe de grande categoria para o centroavante bater cruzado para superar Cuesta.

O Flamengo continuou melhor, e não demorou a ampliar. Aos 20 minutos Arrascaeta enfiou a bola para Pedro, que, de calcanhar, encontrou Gabriel Barbosa. O camisa 9 finalizou para defesa parcial de Cuesta, mas a bola desviou em Quiñones, que acabou marcando contra.

Se o primeiro tempo foi bom, no segundo o Rubro-Negro tomou conta de vez da partida. Logo no primeiro minuto, o Flamengo chegou ao terceiro, quando Arrascaeta levantou a bola na área em cobrança de falta, o zagueiro David Luiz escorou para o meio da área, onde Pedro dominou antes de conferir para o fundo do gol.

Aos 10 foi a vez de Gabriel Barbosa guardar o dele. O camisa 9 dominou na direita, avançou para o meio e bateu colocado para marcar um belo gol. Sete minutos depois o Tolima ainda chegou ao gol de hora, com Quiñónes, mas a noite era mesmo do time de Dorival Júnior, que não diminuiu a rotação.

Com Informações Agência Brasil

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS