18 de maio de 2022   |   15:30  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em Israel, família de turistas tenta embarcar em voo com bomba não detonada

Agentes de segurança acionaram o alerta de segurança ao ver a bomba. Aeroporto voltou a funcionar normalmente pouco depois.

_________________Publicidade_________________

Uma família de norte-americanos visitou Israel e resolveu levar de volta para casa uma lembrança do país: uma bomba não detonada que foi encontrada na região das Colinas do Golã. Eles foram ao aeroporto Ben Gurion na quinta-feira (28), perto da cidade de Tel Aviv, e tentaram embarcar com o artefato.

Quando os agentes de segurança viram que havia uma bomba na mala, acionaram o alerta de ameaça no aeroporto. As pessoas que estavam no recinto gritaram e correram para se proteger da ameaça. Pelo menos uma ficou ferida em uma esteira rolante.

A família foi interrogada e depois liberada.

O aeroporto voltou a funcionar normalmente pouco tempo depois.

Imagem do aeroporto de Ben Gurion, perto de Tel Aviv, em Israel, em novembro de 2021 — Foto: Ariel Schalit/AP

Imagem do aeroporto de Ben Gurion, perto de Tel Aviv, em Israel, em novembro de 2021 — Foto: Ariel Schalit/AP

Colinas do Golã

A região das Colinas do Golã era da Síria até 1967, quando houve uma guerra entre os dois países. Em 1981, Israel anexou as terras.

Há muita munição não detonada nas Colinas do Golã, mas a região tem atrações turísticas, como trilhas para caminhada, vinícolas e, durante uma curta estação, um resort de ski.

Em dezembro, o primeiro-ministro Naftali Bennett anunciou planos para aumentar a presença de colônias israelenses no local.

Os Estados Unidos passaram a reconhecer a área como israelense durante o governo do presidente Donald Trump.

Israel afirma que precisa da região por razões de segurança —de lá é possível avistar o território da Síria e do Líbano.

Por g1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS

AS ÚLTIMAS

top 10 mais lidas