Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em encontro com influenciadoras de turismo, Azul confirma intenção de retomar operações no Acre em 2022

As influenciadoras de turismo que integram o projeto Elas pelo Brasil se reuniram, virtualmente, com representante da Azul Linhas Aéreas para falar sobre os planos da companhia, entre outros assuntos

_________________Publicidade_________________

Após quase seis anos, a Azul Linhas Aéreas pretende retomar os voos domésticos na capital acreana, a partir de 2022. O compromisso foi reafirmado nesta semana, em encontro virtual entre criadoras de conteúdo com foco no turismo, que integram o projeto Elas pelo Brasil, e representante da Companhia.

O primeiro webinar do projeto contou com a participação do diretor de relações Institucionais da Azul, Marcelo Bento Ribeiro, que apresentou o plano de expansão da companhia no Brasil, contou sobre os protocolos de cuidados contra a covid-19, entre outros assuntos e curiosidades sobre a companhia que tem o maior número de cidades voadas por empresas aéreas do Brasil. Na oportunidade, ele foi questionado sobre a possibilidade de retomada das operações da companhia e sinalizou positivamente para a retomada, a partir do próximo ano.

“Eu disse, olha ‘gostaríamos muito que vocês voltassem para o mercado do Acre, apesar de todas as dificuldades logísticas do nosso país, e que a Azul fosse novamente nossa conexão entre os destinos do norte’, porque o hub da Azul não é Brasília ou Guarulhos, em São Paulo, mas sim Campinas. Porém, o fluxo do acreano para Campinas também não é grande. Então, ele sinalizou que já estava em conversa com o governo do Acre, através da Secretaria de Turismo”, conta Thalita Figueiredo, que comanda os perfis do instagram @tipsdathaly e @destinoacre, e representa o Estado no projeto Elas pelo Brasil.

O encontro, mesmo que virtual, foi também uma oportunidade para que as influenciadoras pudessem entender os bastidores do funcionamento de uma companhia aérea, o que possibilita mais segurança no compartilhamento de informações pertinentes ao público que busca informações turísticas.

“Por ser um grupo de mulheres independentes, criadoras de conteúdos sobre viagens, a Azul foi muito receptiva em fazer esse encontro online com o nosso grupo (…) foi a única empresa que se disponibilizou a fazer esse encontro com a gente, então foi uma forma de nós entendermos os bastidores de uma companhia aérea”, conta ela.

Thalita Figueiredo é a representante do Acre no projeto Elas pelo Brasil (Foto: Marcelo Silva)

Elas pelo Brasil

Idealizado pela criadora de conteúdo digital Danielle Lopes, o projeto Elas pelo Brasil nasceu há um ano, já na pandemia de covid-19, quando Dani sentiu a necessidade de viajar ainda que virtualmente pelo Brasil, considerando as medidas restritivas. Atualmente, o projeto está focado na rede social instagram.

“As viagens pararam por conta das medidas de restrição de circulação de viajantes pelo Brasil, tive que cancelar várias viagens, assim como muitos dos meus seguidores, e eu percebi cada vez mais a necessidade de conhecer lugares virtualmente, então por que não fazer viagens virtualmente no Brasil? A gente tem um país tão grande e maravilhoso, mas muitas vezes agente acaba não conhecendo como deveria”, relembra Danielle.

Assim, a influenciadora, natural do Ceará, reuniu amigas por todo o Brasil e hoje o projeto já conta com 20 criadoras de conteúdo, cada uma representando seu estado, e está em processo de expansão para os demais estados, visando mostrar para o turista interno o que o país possui de melhor no turismo, com um diferencial: conteúdo feito por mulheres.

“Idealizei o projeto, imaginei que seria feito por mulheres desde o primeiro suspiro imaginei que ele seria construído por mulheres, para viajantas com uma visão feminina, mais sensível e focada em viagens no nosso país, mas com um conteúdo direcional para que mais mulheres pudessem viajar com mais segurança e liberdade”, explica Danielle.

Danielle Lopes desenvolveu o projeto Elas pelo Brasil durante a pandemia de covid-19. O projeto irá celebrar um ano em janeiro de 2022 (Foto: Arquivo pessoal)

E foi com o avanço do projeto que o grupo está conquistando seu espaço e reconhecimento. A partir da participação das representantes do projeto no Encontro Nacional de Agentes de Viagem que aconteceu em Fortaleza, em setembro, e ainda no Encontro de Jornalistas de Turismo realizado em Santarém, no mês de outubro, foi que surgiu a possibilidade de as influenciadoras se reunirem com representantes da Azul, com isso, o grupo dá mais um passo no fortalecimento do turismo interno no Brasil.

“Nós recebemos a Azul na nossa casa virtual para que a emprea pudesse falar sobre a propria estrutura da empresa aérea, quais são os detalhes que um criador de conteúdo precisaria saber em relação a isso. Conhecemos mais sobre a higiene das aeronaves, sobre o processo de cancelamento, compra de passagens, descobrimos porque a Azul é uma empresa nacional e tem uma reverberação no exterior. Ela foi eleita a melhor empresa aérea do mundo pelos clientes competindo com empresas aéreas muito maiores e competitivas, e nós dentro desse webinar pudemos conhecer a Azul por dentro”, destaca Danielle Lopes.

A influenciadora também reforçou que, a longo prazo, espera que o projeto tome uma proporção não apenas da rede social, mas que tenha reflexos na vida real. “Queremos ver as pessoas viajando pelo Brasil com as dicas do Elas pelo Brasil, saindo do instagram e indo para o cotidiano do viajante, o que já está acontecendo, mas a gente quer ver cada vez mais fazer isso, como também proporcionando excursões pra que as pessoas viagem com as meninas, a gente espera que mais parceiros governamentais entrem com a gente nessa aventura de fomentar o turismo no Brasil, de expor para as pessoas o tamanho do potencial turístico que a gente tem aqui dentro, sem que elas tinham que viajar para o exterior, queremos que as pessoas se apaixonem pelo Brasil e a gente quer que o nosso conteúdo seja também uma ferramenta para aumentar essa paixão”, finaliza.

Via – A Gazeta

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas