3 de julho de 2022   |   16:03  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em Cruzeiro do Sul, secretaria de saúde define diretrizes e objetivos durante atual gestão

O objetivo da reunião foi o de realizar o acompanhamento das diretrizes, ou seja, conhecer onde já ocorreram os avanços e quais metas ainda precisam ser desenvolvidas pelas coordenações.

_________________Publicidade_________________

A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, realizou uma oficina com os coordenadores, no auditório da Avenida 25 de Agosto. O objetivo da reunião foi o de realizar o acompanhamento das diretrizes, ou seja, conhecer onde já ocorreram os avanços e quais metas ainda precisam ser desenvolvidas pelas coordenações.

A diretriz primeira da Secretaria Municipal de Saúde é ampliar a oferta de serviços e ações de modo a atender as necessidades de saúde, respeitando os princípios da integralidade, humanização, justiça social e as diversidades ambientais, sociais e sanitárias das regiões, buscando reduzir as mortes evitáveis e melhorando as condições de vida das pessoas.

Entre algumas das metas que já foram alcançadas, mediante planejamento e execução, estão a implantação dos programas; Saúde com Carinho, com foco na humanização do atendimento, melhorando suas estruturas e serviços; Saúde na Comunidade com a realização de ações multidisciplinares e setoriais; o CAPS-i (Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil); o Centro de Referência Multidisciplinar na unidade de Saúde Adalberto Sena (Aeroporto Velho); o Centro Especializado de Reabilitação III; o Serviço de Atenção Especializado (SAE) IST/HIV/AIDS/Hepatites; o Centro Especializado à Gestação de Alto Risco; a Equipe de Saúde da Família Fluvial (ESFF) e o fortalecimento do programa Mãos que Cuidam do Trabalhador.

Outros programas ainda estão em fase de estudo para posterior implantação, como é o caso do programa TELESSAÚDE.
“A oficina é mais uma etapa para construção do plano municipal de saúde, com a participação das coordenações de programas e referências técnicas de saúde do município, para validação das metas, diretrizes e objetivos do plano. Aqui temos o consolidado propostas e metas a partir de outros instrumentos como a conferência de saúde, o planejamento estratégico da gestão, pactuações Interfederativas, relação entre Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde, enfim, o consolidado dessas demandas provindas de outros instrumentos para fazer a validação dos coordenadores. Depois de construir essa análise situacional de problemas e categorização, partimos para a validação das metas”, explica Mário Lúcio Jr, assistente técnico da SEMSA.

A oficina faz parte de uma política da gestão municipal que busca priorizar o planejamento das ações para que as metas específicas sejam alcançadas, sendo elas provenientes da própria gestão, de pactos com estado e governo federal ou de demandas da sociedade.
“A gestão do prefeito Zequinha Lima, por meio da Secretaria municipal de saúde, está ciente da importância da construção do plano municipal de saúde, para que seja feito de maneira eficaz e assertiva, pois o resultado será o melhor cuidado a nossa população. Para sermos efetivos e eficazes, faremos isso de forma planejada, a fim de diminuirmos os erros e traçarmos melhores metas”, explicou Valéria Lima, secretária municipal de saúde.

“Tudo o que alcançamos até aqui e tudo o que queremos alcançar é sempre por meio de planejamento. Cada passo que damos em nossa gestão é para oferecer um melhor serviço para o cidadão, depende de alocação de recursos materiais e humanos, custos etc… Ou seja, tudo demanda um planejamento minucioso, e ninguém melhor para realizar esse planejamento, do que os próprios servidores que estão à frente das coordenações”, disse o prefeito Zequinha Lima.

Por Assessoria

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS

AS ÚLTIMAS

top 10 mais lidas