Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em cinco meses de 2021, Rio Branco teve mais de 1,9 mil ocorrências de roubos, aponta levantamento

_________________Publicidade_________________

Em 2020, número de roubos nos primeiros cinco meses do ano chegou a 1.921 na capital acreana. Dados do Observatório Criminal do Ministério Público do Acre (MP-AC) mostram ainda bairros com maior incidência de roubo.

Dados do Observatório Criminal do Ministério Público do Acre (MP-AC) mostram que até maio de 2021 já foram registrados 1.905 roubos na capital do estado, Rio Branco. No mesmo período de 2020, o número de ocorrências chegava a 1.921. A redução entre os períodos avaliados foi de 13%.

O estudo do MP-AC traz dados ainda sobre mortes violentadas registradas entre 2020 e 2021 no Acre. Até maio, o Acre registrou 100 mortes violentas e no mesmo período de 2020 foram computadas 150.

Do total de roubos computados este ano, o levantamento revela que janeiro foi o mês com mais ocorrências, chegando a 459 roubos em Rio Branco. Logo em seguida aparece março, com 414, e depois maio com 359 casos.

Ainda segundo o estudo, dos roubos confirmados no mês de maio deste ano, cerca de 60% foram registrados na 1ª regional, que abrange os bairros: Sobral, Bosque, Bahia Nova/Velha, Centro, Mascarenhas de Moraes/Abraão Alab, Boa União, João Eduardo I e II, Bela Vista, Aeroporto Velho, Floresta Sul e Tucumã I e II.

Já na segunda regional de Rio Branco, 74% das ocorrências foram atendidas nos bairros Belo jardim I e II/Cidade do Povo, Areal, Vila Acre, Seis de agosto, Residencial Rosa Linda e Loteamento Praia do Amapá.

Na terceira regional, os bairros com mais registros de roubos são: Alto Alegre, Placas, Loteamento Santa Luzia e Chico Mendes. Nessas localidades foram atendidos 59% dos roubos computados em maio.

Sobre os dias com maiores registros de roubos, o levantamento aponta que 48% dos crimes computados em maio na capital acreana ocorreram aos sábados, segundas e às quartas-feiras. Cerca de 68% das ocorrências foram atendidas no período da noite.

Bairros violentos

Com ajuda de dados do Centro de Atendimento e Despacho (CAD), interligado ao Sistema Nacional de Segurança Pública (Sinesp), o Observatório Criminal do Ministério Público do Acre (MP-AC) chegou aos dez bairros com mais incidência de roubos por regional de Rio Branco. Os números usados são de roubos registrados nos cinco primeiros meses do ano.

São eles:

  • 1ª Regional – Bosque (91 ocorrências); Sobral (79); Centro (55); Bahia Velha/Nova (43); Floresta Sul (39); João Eduardo I e II (38); Boa Uniao (33); Mascarenhas de Moraes/Abrahão Alab (26); Aeroporto Velho (36) Tucuma I e II / Conquista (25 cada);
  • 2ª Regional – Belo Jardim I e II e Cidade do Povo (163); Areal (105); Vila Acre (75); Seis de Agosto (46); Santa Ines (43); Loteamento Praia do Amapá (37); Loteamento Santo Afonso (31); Residencial Rosa Linda (29); Cidade Nova/Cadeia Nova (25); Quinze / Loteamento Santa Helena (19 cada);
  • 3ª Regional – Alto Alegre (31); Placas (24); Loteamento Santa Luzia (23); Xavier Maia (12); Eldorado (12); Wanderley Dantas (11); São Francisco (11); Vila Nova (9); Adalberto Sena (8); Zona Rural Nordeste (Estrada de Porto Acre e Mutum) / Defesa Civil (7 cada).

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas