14 de agosto de 2022   |   11:06  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em apelo nas redes sociais, jovem faz pedido para que ladrão devolva bezerra de estimação em Senador Guiomard

Katerine pede que o ladrão devolva Bethânia, pois ela cria como filha.

_________________Publicidade_________________

“Possui as seguintes características: É bem mansinha, carinhosa, tem os cílios albino (claro), tem o nariz rosa, não é gorda, porém muito sadia”, assim a fisioterapeuta Katerine Freire fala de Bethânia, a bezerra de estimação furtada no último dia 8, na Colônia São José, em Senador Guiomard e pede que quem a levou, devolva.

Katerine publicou uma nota de apelo neste domingo (10), em seu perfil no Facebook, com o pedido de que quem a furtou, tratasse a bezerra bem, pois ainda bebe leite e pede ainda que quem estiver com ela, não a mate.

Bethânia, bezerra de estimação de Katerine. Foto: Reprodução/Redes sociais

A dona da bezerra explica que ela foi furtada na Colônia São José, localizada ao lado da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), no município de Senador Guiomard. Katerine fala que a bezerra é guacho – que perdeu a mãe ao nascer, de 6 meses, da raça Nelore, mas sem marca, chamada Bethânia.

Na publicação, Katerine fala ainda que ela não se mistura com os outros animais, pois não possui esse costume. “Se porventura alguém a comprou enganado, saiba que estou disposta a comprá-la de volta. Saiba que o valor é sentimental, pois crio ela desde quando ela nasceu, dando mamadeira todos os dias”, explica.

Foto: Reprodução/Redes sociais

A jovem termina a publicação com o pedido para quem esteja com ela, não mate e entre em contato com ela, através do telefone (68) 99228-0603, que Katerine compra a bezerra. “Eu crio ela como uma filha, meus sentimentos por ela é muito grande. Escutem meu apelo. Obrigada pela compreensão”, finaliza.

Com informações Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS