18 de maio de 2022   |   18:05  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Em 2022, Acre reduz em quase 90% os casos de Zika e Chikungunya em relação a 2021

Acre apresenta redução de quase 90% em casos prováveis de dengue segundo relatório.

_________________Publicidade_________________

Dentre os estados da região norte, o Acre se destaca na redução no número de casos de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypt, segundo dados apontados pelo Boletim Epidemiológico, emitido pelo Ministério da Saúde. O Relatório mostra a queda dos casos de chikungunya e zika e redução nos casos prováveis de dengue.

No ano de 2022, foram registrados apenas 11 casos de Chikungunya e 2 de Zika em todo o estado, isso significa uma redução de quase 90%, deixando- o na terceira colocação na lista, ficando atrás apenas de Roraima e Amapá.

Segundo o relatório epidemiológico, a quantidade de casos prováveis de dengue é de 1.407. Embora os dados mostrem o déficit de 88% em relação a 2021, quando o Acre vivia um surto de casos e a incidência ainda era a terceira maior da região Norte, com 1.551 casos para cada 100 mil habitantes. Nas primeiras semanas de 2021 o Acre registrou 1.683 casos de dengue, estes dados são do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Esse número é quase 190% maior que o mesmo período do ano de 2020.

Com informações do Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS