20 de maio de 2022   |   16:29  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Elefantas atravessam a fronteira da Argentina com o Brasil e mobilizam forças de segurança

Pocha, de 55 anos, e Guilhermina, de 22 anos, estão sendo levadas para um santuário de elefantes, no Mato Grosso. Polícia faz escolta dos animais.

_________________Publicidade_________________

Duas elefantas atravessaram a fronteira da Argentina com o Brasil, por Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná, na manhã desta terça-feira (10). Os animais estão sendo levados para o Santuário de Elefantes Brasil, no Mato Grosso.

As elefantas moravam no Ecoparque Mendoza, na Argentina, onde não tinham muito espaço para locomoção. Por conta disso, elas estão sendo transferidas para o santuário, onde terão um ambiente maior.

A elefanta mais velha tem 55 anos e se chama Pocha. Ela foi levada da Alemanha para a Argentina em 1968. A filha dela, Guilhermina, tem 22 anos e nasceu no país vizinho.

Elefantas estão sendo trazidas da Argentina para o Brasil — Foto: Reprodução

Elefantas estão sendo trazidas da Argentina para o Brasil — Foto: Reprodução

De acordo com o Santuário de Elefantes Brasil, o processo de transferência dura anos e acabou atrasando por causa da pandemia.

Antes do começo da viagem, os animais passaram por treinamentos de adaptação às caixas, onde estão sendo levadas desde 7 de maio.

Forças de segurança, como a Polícia Rodoviária Federal (PRF), participam do esquema de transporte das elefantas, com a escolta dos veículos.

O santuário para onde os animais estão sendo levados fica na Chapada dos Guimarães e não é aberto ao público.

G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS

AS ÚLTIMAS

top 10 mais lidas