Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Educador relata em vídeo a dificuldade que é para garantir que estudantes recebam conteúdos escolares durante a pandemia

_________________Publicidade_________________

Com a pandemia que começou no início de 2020, as aulas foram suspensas até novas medidas a serem adotadas para dar continuidade ao ano letivo. Mas enquanto os alunos ficavam em casa, esperando as medidas serem adotadas pelas secretarias de educação, os educadores já estavam preparando o material para apresentar as aulas on-line e atividades, dobrando assim o trabalho dos professores.
“Nesse período, nós estamos passando por uma situação complicada. Nós temos que enviar as atividades para os alunos, temos que estar recebendo, corrigindo, dando evolutiva, então isso aumentou e muito o nosso trabalho no decorrer desse ano” destacou o professor Samuel Melo.

Na tarde da última quarta-feira um vídeo dos professores da escola Visconde do Rio Branco, localizada na comunidade Olivença, viralizou nas redes sociais. As imagens mostram as dificuldades dos educadores na entrega de material para os alunos que não tem acesso à internet.
“Aquele foi um vídeo feito no Porto do Governo e todos já sabem a situação que está. Estou na escola Visconde do Rio Branco desde 2019. O acesso lá nunca foi fácil, no entanto este ano devido a cheia do Rio Juruá, houve a queda da rampa e o desbarrancamento próximo aos galpões onde entrávamos no barco. E agora só restou aquela área para entrarmos. É difícil para descer, tanto quanto para subir, principalmente em dias de chuva que é aquela situação” ressaltou o educador Samuel Melo.

Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas