28 de junho de 2022   |   12:54  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Educação levará Caravana da Ciência às escolas do interior

_________________Publicidade_________________

Em maio, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio do Departamento de Inovação, irá levar uma importante ação do governo do Estado às escolas da capital e do interior. Trata-se da Caravana da Ciência que, com o auxílio de um ônibus, ofertará cursos e oficinas para estudantes e professores.

De acordo com a chefe do departamento, Raquele Nasserala, a caravana será uma demonstração do que a Educação dispõe em termos de projetos voltados às instituições de ensino. “Vamos mostrar o que temos disponível, projetos da inovação para as nossas escolas”, ressalta.

Na caravana, a mostra Viver Ciência será levada às escolas. Da mesma forma, as oficinas de matemática. “Será uma maneira de possibilitar um reforço escolar para os alunos que têm dificuldade com a matemática”, destaca. Os projetos de robótica também serão levados ao interior.

De acordo com a professora Raquele, o diferencial da caravana é que ela não levará oficinas apenas aos alunos, mas aos professores também. “O NTE também tem oficinas de mídias digitais preparadas, aquilo que os professores estão usando mais com os alunos, para dar um upgrade em suas aulas”, afirma.

A ideia da Caravana da Ciência é oferecer oficinas e cursos para que os gestores possam realizar um dia pedagógico na escola, onde os alunos estarão interagindo, realizando atividades por meio de metodologias ativas. “E o que for repassado poderá ser utilizado em qualquer momento do ano letivo”, enfatiza.

A meta do Departamento de Inovação da SEE é atender em torno de duas a três escolas por mês. Isso porque, explica a professora Raquele, é preciso ao menos uma semana de planejamento das ações que serão levadas às escolas. “Vai depender da demanda. Vamos atender às escolas de acordo com a necessidade delas”, informa.

Este ano, porém, será realizado um projeto-piloto com oito ou dez escolas, iniciando pelas escolas da capital, mas que será levado também aos demais municípios. “É um projeto que se inicia este ano e pretendemos alcançar o interior, pois estamos trabalhando em prol do aluno e das escolas públicas do Acre”, salienta.

Com informações da Agência de Notícias do AC.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS