Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Dupla é presa após fingir ser funcionário de empresa e roubar mais de 200 botijas de gás

Crime aconteceu no sábado (12), na Cidade Nova, Zona Norte da capital. Outros dois suspeitos que também teriam participado da ação criminosa ainda não foram detidos

_________________Publicidade_________________

Dois homens foram presos nessa quarta-feira (16) suspeitos de roubar 209 botijas de gás em Manaus. O crime aconteceu no sábado (12), na Cidade Nova, Zona Norte da capital. Outros dois suspeitos que também teriam participado da ação criminosa ainda não foram detidos.

De acordo com o delegado Denis Pinho, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), os homens agiram enquanto o caminhão fazia um trajeto na Zona Norte. Eles fecharam o veículo, parando o carro em que estavam na frente. Os suspeitos usavam fardas da empresa responsável pela carga.

Dois dos homens saíram do veículo e assumiram o controle do caminhão, obrigando os funcionários a manterem as cabeças abaixadas durante todo o percurso. Eles também chegaram a ameaçar os homens, dizendo que sabiam onde eles trabalhavam e caso houvesse alguma denúncia, haveria represálias por parte dos criminosos.

O percurso terminou no Conjunto Shangrilá, no Parque 10, onde os homens abandonaram o veículo e os dois funcionários da empresa.

A prisão dos suspeitos ocorreu na quarta-feira (17). Com ele foram encontradas 173 botijas. O homem seria, segundo a polícia, dono de uma revendedora de gás no Conjunto Armando Mendes, na Zona Leste. Já com o segundo suspeito, a polícia encontrou o restante da carga. Os outros dois seguem soltos, mas o delegado afirmou já ter identificado um, que teria passagem por roubo e tráfico.

Os presos foram encaminhados para a sede da delegacia. Um deles responderá por roubo majorado e receptação qualificada e outro apenas por receptação qualificada. Após o término dos procedimentos, a dupla será encaminhada para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerão à disposição da justiça.

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas