Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Diarista que sofreu derrame não consegue auxílio doença do INSS

Há sete meses o diarista Milton Cruz da Rocha de 55 anos ficou paralisado após um derrame.

Nos últimos sete meses a vida de Milton, ficou muito difícil, pois ele não pode sair de casa e fazer as atividades do dia a dia .

Hoje, ele se encontra imóvel em cima de uma cama.

Milton morava no bairro do Miritizal, mas recentemente, foi para a casa de um filho no ramal da Buritirana, zona rural de Cruzeiro do Sul.

William da Silva é quem cuida do pai. Ele afirma que já foi no INSS à procura de um auxílio para ajudar a família nas despesas com remédio e alimentação do pai, mas o pedido foi negado. “Vai fazer sete meses que ele está na situação e queremos ajuda para poder aposentá-lo”.

A casa onde seu Milton vive fica no final do ramal. Os filhos não tem muitas condições financeiras e precisam de ajuda pra comprar remédio e alimentos.

Milton só se alimenta de liquido, mas eles não têm condições de comprar comida.

Segundo um dos filhos, ele tem uma ferida em que os médicos teriam que ir na residência fazer curativos, mas já faz um tempo que ninguém aparece.

De acordo com a Coordenadora da atenção básica do município, enfermeira Renata Barbosa, o paciente já vem sendo acompanhado pelo programa Melhor em Casa.

E agora que a família o levou para a zona rural, uma nova equipe de saúde vai cuidar do caso.” A equipe da unidade básica do são Pedro vai estar acompanhando-o. Foi solicitado que uma enfermeira fosse na casa dele hoje.
É iremos providenciar tudo o que ele necessitar”, garantiu.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas