Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Dez mil vacinas recusadas por indígenas no Acre serão destinadas a operadores da Segurança Pública, anuncia Gladson

As 10 mil vacinas anticovid recusadas por indígenas do Acre devem ser destinadas aos operadores da Segurança Pública. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (26) pelo governador Gladson Cameli durante a solenidade de entrega de viaturas no Batalhão Ambiental a policiais militares e à cúpula do Sistema de Segurança Pública.

O chefe do Palácio Rio Branco informou que consultou o Ministério Público Federal sobre a destinação das vacinas aos servidores da Segurança ao usar como argumento que há possibilidade de os imunizantes rejeitados pelos indígenas “estragar”. O governador também informou o plano do Estado do Acre de inclusão dos servidores aos gestores do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Cameli determinou ao Secretário de Saúde do Estado, Alysson Bestene, que faça o anúncio aos 22 secretários de Saúde municipais.

A pauta, segundo Alysson Bestene, foi encaminhada para a Comissão de Intergestores Bipartite, órgão com poderes de deliberação entre Estado e gestores municipais quanto aos aspectos operacionais e de regulamentação das políticas do setor no âmbito do SUS.

“Essa questão da vacinação dos operadores de Segurança já foi aprovada no Conselho dos Secretários de Saúde”, lembrou Alysson Bestene.

O anúncio do governador ocorre depois de consultas ao Ministério Público, à PGE e a governadores de outros Estados.

No Acre, nos últimos 40 dias, morreram dois policiais penais e outros 400 servidores dos 1. 100 do Instituto de Administração Penitenciária do Estado foram infectados pela covid-19.

Já na PM, pelo 20 policiais, a maioria do quadro inativo, segundo a Associação dos Militares, foram a óbito vítima do vírus, além do registro de casos graves na corporação.

Via-Notícias da Hora

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas