Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Devota de Aparecida, professora cria empreendimento familiar que produz artigos religiosos no Acre

Três gerações fazem parte do Art em Família, criada em meio à pandemia. Artigos com a imagem da Padroeira do Brasil são os mais encomendados.

_________________Publicidade_________________

No dia em que se celebra o Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, o g1 conta a história da família da professora Minéia Spoltore, devota da Santa, e que viu no artesanato religioso uma alternativa de se manter forte na crise causada pela pandemia e que atualmente se tornou um empreendimento familiar, que reúne as três gerações da família em Rio Branco.

Foi em maio do ano passado que a professora decidiu se dedicar à confecção de terços personalizados para os fiéis. Minéia conta que essa foi uma forma de se manter firme diante de um cenário de incertezas. Inicialmente, o marido e os filhos – uma adolescente de 16 anos e uma menino de 6 – eram seus ajudantes.

“A gente começou em maio do ano passado, em um momento que estávamos iniciando essa pandemia e logo quando tínhamos que ficar em casa. Não podíamos sair nem para ir ao supermercado, então, tivemos que começar a trabalhar em home office e também teve a questão financeira, os preços subiram e precisávamos de uma segunda via para ajudar na questão financeira”, conta.

Porém, o empreendimento se mostrou para além dos negócios, mas uma forma de fortalecer a fé e o trabalho em família.

“Foi uma alternativa não só para a questão financeira, mas emocional. A gente precisava de algo para manter o equilíbrio emocional e mental e aí junto com minha família em casa resolvi criar a página na internet para divulgar nosso trabalho, que é 100% artesanal”.

Atualmente, três gerações fazem parte do empreendimento iniciado pela professora  — Foto: Arquivo pessoal

Atualmente, três gerações fazem parte do empreendimento iniciado pela professora — Foto: Arquivo pessoal

Empreendimento em família

Foi aí que nasceu a Art em Família, inicialmente apenas confeccionando terços personalizados. Porém, as encomendas foram crescendo, assim como a loja, e atualmente as irmãs da professora e a mãe dela também reforçam a mão de obra na produção.

“Nossa primeira marca era um terço e uma cruz, mas a loja foi crescendo e outras pessoas chegando. Hoje, estão comigo minhas irmãs e mãe e virou um empreendimento familiar que envolve três gerações; minha mãe, nós filhas e a neta. E aí com o tempo, as coisas foram se ajustando, inclusive nossa arte, que passou de um terço para a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que segue frente à frente dos nossos trabalhos”, destaca.

Artigos personalizados fazem sucesso na internet e faz com que família empreenda em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal

Artigos personalizados fazem sucesso na internet e faz com que família empreenda em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal

Queridinha dos pedidos

Minéia conta que hoje em dia confeccionam várias peças religiosas e, segundo ela, os clientes sempre compartilham relatos de fé e boas histórias com a padroeira do Brasil.

“Alguns relatos divulgamos na página. Além de sermos devotos de Nossa Senhora Aparecida ela é a Santa que mais produzimos peças, as pessoas procuram muito e nessa data as encomendas aumentam, porque também vem casado com o Dia das Crianças e a pandemia aflorou muito a necessidade de presentear com algo significativo e nada melhor do que presentear o filho com um presente religioso, com Nossa Senhora para guardar a família”.

A produção das peças é momento de reflexão e calmaria que, segundo a professora, tem o objetivo de fazer com que aquela peça incentive ainda mais a fé de quem a leva para a casa.

“A gente sempre produz as peças em momento de mais calma e tranquilidade para que aquela pela favoreça a prática da fé. A gente faz muitos terços com os nomes da família, coloca nome do casal filho e geralmente sempre com a imagem de Nossa Senhora Aparecida”, explica.

Para ela, os brasileiros se sentem mais próximos de Aparecida por ser uma história que se aproxima de amor, devoção e da realidade dos brasileiros.

“Aparecida nos deixa com um sentimento maior de proximidade, foi ela que apareceu para os pescadores, então, a gente se sente mais próximo, até pela cor da pele, que é negra, e reproduz a realidade do nosso país, que em sua maioria é formado por pessoas pretas.”

Agora, a família pretende, para o Natal, ter um espaço físico para a vendas dos artigos e alcançar mais gente. Porém, vai ser um espaço intimista na casa da mãe da professora, o que deve manter a essência do empreendimento; fé, família e devoção.

Artigos personalizados com Nossa Senhora Aparecida são os mais encomendados em Rio Branco — Foto: Iryá Rodrigues/G1

Artigos personalizados com Nossa Senhora Aparecida são os mais encomendados em Rio Branco — Foto: Iryá Rodrigues/G1

Padroeira do Brasil

Em 1717, no Rio Paraíba do Sul (SP), três pescadores desanimados com o resultado do trabalho pediram ajuda ‘à mãe de Deus’. Depois, ao jogar a rede no rio, pescaram uma imagem de Nossa Senhora sem cabeça. Arremessaram novamente e veio a peça que faltava.

A partir daí, a pesca foi abundante. Pela devoção popular católica, a Santa ficou conhecida como Aparecida.

Em 1930, o papa Pio XI proclamou Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil

No dia 12 de outubro é celebrado o Dia de Nossa Senhora Aparecida. A data surgiu em 1953, quando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) escolheu este dia pela associação com o descobrimento da América (12/10/1492); porque foi em outubro que os pescadores encontraram a imagem de Nossa Senhora no rio Paraíba do Sul, em 1717 e por ser também o Dia das Crianças.

Há mais de 40 anos, com a visita de João Paulo II ao Brasil, o presidente da República na época, João Batista Figueiredo, promulgou a lei que declarava feriado federal o dia 12 de outubro.

Em 1924, foi oficializado pelo presidente Arthur Bernardes a data para celebrar também o Dia das Crianças.

Terço de Nossa Senhora Aparecida é um dos mais pedidos, diz professora  — Foto: Arquivo pessoal

Terço de Nossa Senhora Aparecida é um dos mais pedidos, diz professora — Foto: Arquivo pessoal

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas