Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Detran esclarece procedimento de 1º emplacamento durante a pandemia

_________________Publicidade_________________

O Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) informa sobre procedimento para realizar emplacamento de veículos novos. Devido à pandemia, o prazo para o procedimento está suspenso, mas, caso prefira, o cidadão pode emplacar veículo mesmo durante o período de suspensão.

Desde 2020, o emplacamento é feito utilizando placas Padrão Mercosul Foto: Arquivo Agência de Notícias do Acre

Após a compra de um veículo novo, o proprietário pode comparecer à Unidade de Vistoria do órgão portando a nota fiscal do automóvel, sem a necessidade de agendar antes.  Após a emissão, o laudo de vistoria é válido por 30 dias. O serviço custa R$ 67,07.

Com a vistoria realizada, o cidadão deve agendar atendimento presencial pelo site do órgão, para abertura do serviço na Unidade de Atendimento de Veículos. Esse serviço tem o custo de R$ 188,90.

Ao abrir o processo de emplacamento, será gerado um código de autorização para estampagem da Placa de Identificação Veicular (PIV). Esse código é disponibilizado em até 48 horas e pode ser verificado diretamente pelo site do Detran.

Para confeccionar a placa, o cidadão deve procurar um estampador, com o código de autorização em mãos, ou solicitar que o próprio estampador consulte o código no site do órgão. A placa é confeccionada pelo estampador e colocada no veículo. Cumpridos esses trâmites, o proprietário pode imprimir o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) em seu acesso à plataforma de Autoatendimento.

O valor médio cobrado pelo estampador para confecção da PIV é de R$ 150,00 para motocicletas e R$ 250,00 para veículos de quatro rodas.

“Vale lembrar que desde 2020 o emplacamento é feito de acordo com novo sistema de identificação de veículos, utilizando placas Padrão Mercosul”, explica o diretor de Operações, Fábio Ferreira.

Troca de placa

Para os veículos que já estão em circulação, um novo emplacamento é exigido somente nos casos de transferência de domicílio de veículos (mudança de estado ou cidade), mudança de categoria do veículo, furto ou roubo e dano da referida placa.

Mesmo que seu veículo não se enquadre nessas condições, se desejar, o proprietário pode adotar o novo sistema de emplacamento. Para realizar o procedimento, o cidadão deve primeiro agendar a vistoria veicular, depois agendar atendimento na Unidade de Veículos. Todo serviço de agendamento pode ser feito diretamente no site do Detran

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas