7 de agosto de 2022   |   13:45  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Deputados convocam ministro da Educação para esclarecer denúncias sobre o MEC

O objetivo é que ele preste esclarecimentos sobre o suposto tráfico de influência e corrupção no MEC investigados pela Polícia Federal (PF).

_________________Publicidade_________________

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados aprovou nesta 4ª feira (29.jun) um requerimento, apresentado pelo deputado Ivan Valente (Psol-SP), para convocação do ministro da Educação, Victor Godoy Veiga, ao colegiado. O objetivo é que ele preste esclarecimentos sobre o suposto tráfico de influência e corrupção no MEC investigados pela Polícia Federal (PF).

Segundo o requerimento, “resta evidente que [os pastores] Gilmar [Santos] e Arilton [Moura] utilizaram de sua amizade íntima com o ex-ministro [da Educação Milton Ribeiro] para intermediar, através da Secretaria de Educação, recursos do MEC para municípios selecionados com critérios religiosos”. O documento pontua que o MEC travou a liberação de R$ 434 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para obras de 1.369 prefeituras, de todo o Brasil, enquanto atendeu aliados do governo.

Ivan Valente acrescenta que Victor Godoy Veiga é uma pessoa de confiança de Milton Ribeiro e participou “intensamente com os acusados e seus esquemas, bem como possui acesso e pleno conhecimento das informações no âmbito do Ministério da Educação sobre a destinação de recursos federais e transferências efetivadas pelo governo”. As informações são da Agência Câmara. Victor Godoy é sucessor de Ribeiro como titular do MEC. Na gestão anterior, atuou como secretário-executivo do Ministério da Educação.

Na 3ª feira (28.jun), a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara aprovou requerimentos de convite ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, e ao diretor-geral da PF, Márcio Nunes de Oliveira, para prestarem esclarecimento sobre a Operação Acesso Pago, que levou Ribeiro e os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura à prisão na semana passada.

Com Informações SBT Brasil

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS