Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Delegado Vinícius rebate insinuação sobre Correição e afirma que Polícia Civil trabalha com ética, honestidade e eficiência

_________________Publicidade_________________

Depois de notícia sobre a presença da Corregedoria da Polícia Civil na Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul que insinuou possíveis irregularidades e abusos no atendimento à população de Cruzeiro do Sul o delegado Vinicius Almeida, coordenador da delegacia, rebate a insinuação e destaca que os serviços são prestados com muita ética, honestidade e eficiência.

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Acre (Adepol/AC), inclusive, expediu Nota Pública acerca da matéria jornalística do periódico Notícias do Juruá sobre a correição extraordinária da Corregedoria Geral de Polícia Civil que será realizada na Delegacia Geral de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul.

O delegado Vinicius Almeida enfatizou que não há nada de anormal acontecendo na Delegacia Geral de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul e que os trabalhos estão acontecendo de forma muito correta ao contrário do que insinua a matéria jornalista ao ressaltar que a Adepol se manifestou para esclarecer à população que correição é o trabalho normal da Corregedoria.

“Isso só demonstra que a Polícia Civil está comprometida com a boa prestação do serviço público perante a sociedade e ficamos muito felizes quando a Corregedoria  que vem todos os anos se faz presente para fazer os levantamentos”, enfatiza Vinícius Almeida ao destacar os resultados positivos e citar uma reunião com representantes das forças de segurança para enfrentamento de roubos e arrombamentos.

O delegado informou que a reunião ocorreu no Quartel do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) com a presença do Secretário de Justiça e representantes das forças de segurança que traçaram planos de ação para combater os crimes contra o patrimônio e anunciar que a Polícia Civil está se mobilizando para agir de forma contundente contra arrombamentos.

“Temos visto um grande golpe que a Polícia Civil e as demais polícias tem dado nas organizações criminosas com a prisão de várias lideranças criminosas e apreensões de grande quantidade de drogas gerando um enfraquecimento da criminalidade porque nunca foi visto na história tantas apreensões de drogas o que gera o aumento do crime contra o patrimônio”, avalia.

Segundo o delegado a questão dos arrombamentos e aumento dos crimes contra o patrimônio é também um resultado de uma situação social vivida em todo o Brasil, que não é peculiar de Cruzeiro do Sul e muito menos do Estado, algo que os gestores públicos tem que buscar solucionar a questão de usuários de drogas que moram nas ruas e praticam muitos desses  furtos e arrombamentos para abastecer o próprio vício.

O delegado anuncia que no caso de emergências policiais a Polícia Civil está disponibilizando à população o número 193, que vai ser atendido aqui mesmo em Cruzeiro do Sul para agilizar o atendimento e pede que a população colabore mais com as autoridades policiais com denúncias anônimas ao garantir que a identidade do denunciante será integralmente preservada.

“A Polícia Civil está totalmente comprometida no desempenho de suas funções de forma ética, honesta e eficaz e disponibiliza a partir de agora o número 193 cuja ligação será atendida em Cruzeiro do Sul e não mais em Rio Branco para que seja agilizado o atendimento. A colaboração da população com a autoridades é de grande importância e com certeza mantemos em sigilo a todos que ajudarem a Polícia Civil com terão sua identidade preservada”, finaliza.

Por Elson Costa

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas