Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Cruzeiro do Sul adere à greve da Educação estadual

_________________Publicidade_________________

De acordo com o presidente do Sinteac de Cruzeiro do Sul, Edvaldo Gomes, a greve foi deflagrada na última sexta-feira em assembleia da categoria. “Foram três dias de paralização de advertência e oficialmente a greve inicia nesta quinta-feira, 13, porque precisávamos cumprir o prazo legal de 72 horas para anunciar o movimento. Praticamente 100 % da categoria aderiu a paralização. Nós nunca tivemos uma adesão tão forte como estamos tendo agora”.

O presidente do sindicato afirma ainda que são vários os motivos que levaram a categoria a aderir a greve. “Nós estamos há quase cinco anos sem nenhum reajuste salarial trabalhando de forma remota sem ter tido nenhum apoio por parte o governo no sentido de ter um computador, um pacote de internet e onde o aluno tem que escolher se come ou se compra o pacote de internet”.

Uma outra luta é que os trabalhadores sejam prioritários na vacinação, assim como também os alunos. “A greve se instaurou por conta dessas questões. Foi prometido um pagamento da VDP em abril que não aconteceu, relatou o Edvaldo Gomes.

A diretora da Escola de Ensino Médio Professor Flodoardo Cabral Lucilene de Oliveira afirma que a escola aderiu a greve por conta da situação que estão passando por conta da desvalorização do profissional. “Nós não temos reajusta salarial há muito tempo, o professor não foi formado para trabalhar em mídias e para isso ele precisa de internet , celular e computador e tudo isso sai do salário dele, sem apoio nenhum. Nós estamos pagando todos esses recursos e não temos reposição salarial.” disse.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas