Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Criança é achada em abrigo após desaparecer em janeiro e mãe é suspeita de abandono em Rio Branco

_________________Publicidade_________________

Criança de 6 anos sumiu de casa no mês de janeiro e a mãe não teria ido atrás e nem buscado ajuda da polícia para encontrá-lo. Vizinho acionou as equipes da 5ª Regional, que acharam o menino em um abrigo na terça (23). Caso foi encaminhado para a Depca e mãe será intimada a depor.

A Polícia Civil investiga uma mulher suspeita de abandono de incapaz após o filho dela ser achado no Educandário Santa Margarida, em Rio Branco. A criança tem seis anos e teria desaparecido no mês de janeiro do bairro Montanhês.

Um vizinho da família registrou um boletim de ocorrência na sexta-feira (19) a Delegacia da 5ª Regional, parte Alta da cidade. Na terça (23), as equipes da regional encontraram a criança no abrigo. Populares acharam o menino na rua e acionaram o 190. A PM-AC resgatou a criança e a levou para o Educandário

“Instauramos um procedimento para tentar localizá-la, despachamos as diligências e as equipes começaram a procura. A mãe abandonou, ouvimos algumas pessoas que relataram a questão de maus-tratos contra a criança e também a questão do abandono de incapaz. A partir daí encaminhamos o caso para a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente”, destacou o delegado da 5ª Regional José Adonias.

Ainda segundo o delegado, as investigações apontam que a criança saiu de casa e a mãe não foi procurá-la. A mulher teria ainda outros dois filhos, sendo um mais velho que ela perdeu a guarda, e outro de dois anos que continua com ela.

“Até então a gente achava que a criança tinha sumido há um mês, mas descobrimos que ela sumiu em janeiro. Acho que ficou na rua e depois foi para o Educandário, estava sem roupas, só de cueca. A avó foi no Educandário e ficou de levar o menino”, frisou.

O procedimento chegou à Depca nessa quinta-feira (25). O delegado Francisco Canindé Dantas da Costa disse que, por enquanto, as informações que se tem são as colhidas pela 5ª Regional, mas que as equipes vão intimar a mulher para prestar depoimento

“Vamos apurar se houve crime de abandono de incapaz e maus-tratos contra a criança. Vamos intimar ela para ouvir, interrogar ela e o companheiro dela. Tudo que for necessário vamos fazer”, resumiu.

Via: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas