Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Consumidor alega que comprou gasolina em posto de combustível de Cruzeiro do Sul, com a quantidade menor que um litro

_________________Publicidade_________________

Nas redes sociais um internauta fez uma publicação denunciando uma possível irregularidade em um posto de combustível que estaria cobrando um preço acima da gasolina em seu recipiente.

“ATENÇÃO!
Meus amigos venho por meio desta mídia social compartilhar algo que aconteceu comigo para trazer um alerta a todos!

“Nesta terça-feira ,19, presenciei comprar gasolina e fui em um determinado posto aqui no bairro João Alves levando um galãozinho com a capacidade de 2,5 litros. Então o frentista abasteceu o galão e no marcador da máquina de combustível deu 3,31litros que deu 24,01$ a pagar, e eu paguei. Depois pensei e voltei no posto e questionei. Como que eu paguei 24,01$ por 3,31 litros de gasolina se o galão que eu trouxe só tem capacidade para 2,5 litros? A gerente tentou argumentar…mas ai fomos medir na bomba e quando medimos infelizmente estava bem abaixo do que deveria ser. 2,5 litros de gasolina ao preço que eles vendem lá 7,25$, daria 18,12$ ou seja 5,88$ a mais em cima do valor que de fato eu comprei. Isso em gasolina daria mais de 811ml de gasolina, quase um litro roubado. Por ai você que abastece de 50$ a 100$ ou mais que isso faça suas contas”, disse o internauta.

O Procon ao ver a situação ainda nas redes sociais foi até o posto e verificou a possível irregularidade. Aleissa Lima coordenadora do Procon em Cruzeiro do Sul, afirmou que tem variação no preço da bomba para disponibilizar ao cliente. “Assim que nós tivemos conhecimento do caso, prontamente a nossa equipe se dirigiu ao estabelecimento e fez a fiscalização fiscalização. Ella é treinada pela ANP e capacitada para fazer os testes de qualidade e quantidade.
“Eesses testes hoje foram feitos pela parte da manhã e não detectamos nenhuma irregularidade das bombas”.

O dono do posto relata que o acontecido foi uma situação isolada. “O Procon comprovou que está tudo dentro da regularidades. Trabalhamos com transparência lisura e jamais prejudicaremos os nossos consumidores”.

Redação Juruá Noticias

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas