10 de agosto de 2022   |   11:19  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Conselho Regional de Odontologia repudia edital do concurso Sesacre 2022; confira

Segundo os profissionais da área, o número de vagas ofertadas está totalmente fora da realidade atual da saúde bucal no estado.

_________________Publicidade_________________

redação Juruá Online

Durante a última segunda-feira (27), o Conselho Regional de Odontologia no Acre (CRO/AC) emitiu em suas redes sociais, uma nota de repúdio contra o edital da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), que anunciou 622 vagas em diversas áreas.

A entidade reclama do número de vagas ofertadas, sendo apenas 4 distribuídas entre Feijó, Porto Walter e Plácido de Castro.

Segundo os profissionais da área, o número de vagas está totalmente fora da realidade atual da saúde bucal no estado, sendo que este encontra-se até mesmo defasado, necessitando da contratação de mais agentes.

Em nota, o conselho afirma que tomará as devidas medidas necessárias para que o estado não reduza ou afete o atendimento odontológico.

Confira na íntegra

O CRO/AC vem pela presente nota REPUDIAR, nos moldes como foi posta, a abertura de concurso público para provimento de vagas de cargos na Secretaria Estadual da Saúde – SESACRE.

O edital está totalmente descolado da atual realidade da saúde bucal no estado, desconsiderando, inclusive, a necessidade urgente de contratação de cirurgiões-dentistas e auxiliares para garantir um eficaz atendimento à população e, principalmente, o grande número de vacância nos cargos de dentistas e auxiliares ao longo dos últimos anos.

Não se trata de simplesmente ofertar vagas, mas sim de, pelo ao menos, manter o serviço de Odontologia funcionando em nosso estado, diante do quadro defasado de profissionais.

A saúde bucal é parte integrante e indissociável da saúde da população. Um estado que não valoriza o atendimento odontológico está, indiretamente, contribuindo para a piora dos índices dos usuários do SUS.

Por fim, o CRO/AC informa que, juntamente com as demais entidades da Odontologia do estado, tomará as medidas cabíveis para que o estado do Acre não reduza e/ou precarize o atendimento odontológico.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS