Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Comunicadores de Cruzeiro do Sul tem celulares clonados. Golpistas pedem valores aos seus contatos de quase 3 mil reais

_________________Publicidade_________________

As vítimas da tentativas de golpe pelo WhatsApp desta vez foram pessoas ligadas a área da comunicação em Cruzeiro do Sul, como o jornalista Elson Costa do jornal Voz do Norte.

Ele disse que recebeu uma ligação de um amigo advogado dizendo que estava recebendo em seu telefone mensagens com solicitação de depósitos via Pix, foi aí que descobriu que o celular estava clonado. “Foi uma surpresa quando o doutor Carlos ligou pra mim perguntando se eu estava precisando de dinheiro , mas ele avaliava que era uma clonagem e eu confirmei pra ele que não havia pedido e aí comecei a tomar providências para verificar se estava realmente clonado e comprovamos que está clonado. Várias pessoas estão recebendo mensagens com pedido de pix com valores altos.”

Em uma das conversas, o criminoso enviou o pedido de dinheiro no valor de 2.980 reais, a um outro repórter da cidade em nome do jornalista Elson Costa, através de Pix.

“Oi boa tarde estou precisando de um favor seu, estou tentando fazer um pagamento via Pix no valor de 2.980.00 iria ver se você consegue cobrir pra mim, as 20 horas te devolvo o valor sem falta”, escreveu o criminoso.

Outro que teve o celular clonado foi o cinegrafista João Dias, Presidente da Associação dos Comunicadores do Juruá. Ele soube da informação porque alguns amigos lhe disseram que estavam recebendo mensagem solicitando pagamento via Pix em nome dele. “As mensagens foram chegando e as pessoas foram me ligando. Eu peço que todos fiquem atentos pois não é verdade.”

Como proceder no golpe da clonagem do telefone

Fique atento para algumas dicas de segurança em relação ao golpe da clonagem do WhatsApp. Na maioria das vezes, ele é aplicado por criminosos após anúncios em plataformas online de compra e venda ou em redes sociais. Estelionatários então se passam por empresas para roubar contas do aplicativo e solicitar dinheiro aos contatos das vítimas.
O que fazer caso a sua conta seja clonada?

Registre um Boletim de Ocorrência (BO) junto à Polícia Civil;

Comunique seus contatos, familiares e amigos;

Caso alguma pessoa tenha feito transferência, comunique a instituição bancária;

Envie e-mail para support@whatsapp.com solicitando a desativação da conta;

Solicite um novo chip junto à operadora e reinstale o WhatsApp;

Como evitar?

Cuidado! Na maioria das vezes, o golpe ocorre após anúncios em plataformas online de compra e venda em redes sociais;

Nunca repasse códigos de confirmação SMS para terceiros;

Fique atento com dados conflitantes nas mensagens recebidas;

Habilite a verificação em duas etapas no menu ajustes-conta.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas