Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Comércio e Indústria tem pedido negado para abertura de estabelecimentos no sábado em Cruzeiro do Sul

_________________Publicidade_________________

O decreto 7187 que determina o fechamento das atividades comerciais nos finais de semanas e feriados está em vigor, não foi alterado para esta semana santa, como pediam os setores da indústria e comércio de Cruzeiro do Sul.

Segundo o presidente da Associação Comercial, Luís Cunha, houve uma tentativa de diálogo com as autoridades tanto em nível local quanto estadual no sentido de flexibilizar, de possibilitar a abertura do comércio ao menos no sábado. “Nós tentamos o possível para que o comércio funcionasse no sábado. Assim, famílias poderiam comprar o peixe que é uma tradição da Semana Santa. Mas infelizmente o Comitê Covid não considerou nossa solicitação e preferiu deixar como está. A grande aglomeração de hoje, como já se vê, muitas pessoas circulando pelas cidades e infelizmente deverá ser assim durante todo o dia.”
Luiz Cunha, ainda faz uma crítica ao decreto, que segundo ele, só faz com que haja mais aglomeração. “Essa grande concentração de pessoas que deve se repetir também na segunda-feira, isso sim, ajuda a disseminar o vírus”.

A coordenadora da FIEAC no Juruá, Janaina Terças, afirmou estar decepcionada devido o empresariado local não ter sido ouvido pelo Comitê Covid.
“Recebi a informação com decepção, pois estou vendo as aglomerações que estão acontecendo hoje, nos mercados municipais e supermercados de nossa cidade. Números que a 10 dias atrás estavam mostrando uma melhora positiva, com certeza aumentarão com essas aglomerações, causando risco de contaminação na população e nos funcionários que trabalham nesses locais.


Outro ponto a ser levado em consideração, é a grande movimentação de pessoas adentrando nos limites do município de Cruzeiro do Sul, sem nenhum controle epidemiológico. Existem outras formas mais efetivas, que certamente podem trazer maior controle do contágio do COVID-19.
Me solidarizo com as famílias que perderam seus entes queridos, e peço a todos que continuem com os cuidados e proteções contra esse inimigo comum de todos”, concluiu.

Da Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas