25 de junho de 2022   |   15:17  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Começa nesta segunda campanha de doação de livros para o presídio de Cruzeiro do Sul

Este programa é importante no âmbito da discussão a respeito da leitura, uma vez que não temos, na região do vale do Juruá, nenhuma iniciativa nesse sentido.

_________________Publicidade_________________

O programa Presídios Leitores busca contribuir com os desafios de estabelecer efetivas práticas de leitura no interior do cárcere por meio de parcerias entre as instituições. É uma colaboração entre Universidade Federal do Acre, Instituto de Administração Penitenciária – Iapen, Tribunal de Justiça do Acre, Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte – SEE, Instituto Federal do Acre e Academia Acreana de Letras no sentido de auxiliar as equipes técnicas das unidades prisionais do estado na efetivação de práticas leitoras por parte das pessoas privadas de liberdade.

Sua metodologia se orienta em várias direções: a criação de um banco de avaliadores para os trabalhos produzidos pelos reeducandos leitores (este banco de avaliadores é composto por estudantes e professores da Ufac, do Ifac e da SEE e tem a responsabilidade de avaliar as produções textuais mensalmente elaboradas pelos reeducandos); o treinamento desses avaliadores; a realização de uma campanha de aquisição de acervo bibliográfico; a criação de um núcleo para a escrita de projetos e a inscrição desses projetos nos editais; a potencialização da pesquisa em torno da leitura no contexto prisional dentre outros projetos.

Este programa é importante no âmbito da discussão a respeito da leitura, uma vez que não temos, na região do vale do Juruá, nenhuma iniciativa nesse sentido.

Apesar das secretarias de Educação tanto municipais como estaduais realizarem formações de modo intensivo com os professores, o espaço para a discussão da leitura enquanto fenômeno de base para a formação humana e como instrumento capaz de melhorar a vida do cidadão no contexto prisional ainda é inexpressivo.

Por meio desse programa poderemos intensificar o diálogo entre vozes externas e internas à instituição penitenciária a respeito da leitura e da criação de possibilidades para a sua própria constituição enquanto prática cotidiana individual.

“Pela legislação atual, a cada livro lido por mês o reeducando terá 4 dias remissão (diminuição) da pena”, explicou a Dra. em educação, Maria José Moraes.

Foto: Arquivo Pessoal/Maria José Moraes.

A constituição do Plano Estadual de Educação para Pessoas Privadas de Liberdade e Egressas do Sistema Prisional estabelecido para o quadriênio 2021-2024 no estado do Acre aponta como um dos seus dezesseis objetivos a criação de programas de acesso à leitura, inclusive com a instituição de clubes/grupos de leitura. Esse plano vem contextualizar nos limites do estado do Acre o que já se esboça na legislação nacional que orienta a leitura em prisões.

Espera-se que o Programa Presídios Leitores contribua, na esfera individual, para a continuidade da formação humana dos sujeitos envolvidos por meio da ressignificação de suas ações cotidianas e da possibilidade de visualização de um percurso de vida diferente para o futuro.

Nesta segunda-feira, dia 25 de abril, o Programa Presídios Leitores abre a primeira campanha de doação de livros. As obras doadas irão para a biblioteca da Unidade Penitenciária Manoel Neri da Silva. Essa ação visa ampliar o acervo para que as práticas de leitura possam ocorrer de modo mais efetivo.

A campanha ocorre em todo o estado do Acre com pontos de doção em quatro municípios: Cruzeiro do sul, Rio Branco, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

As pessoas interessadas em fazer doações nos demais municípios podem entrar em contato pelo e-mail – gil.cel@ufac.br.

São 20 pontos de doação. Onde você encontrar um banner do Programa Presídios Leitores, pode fazer sua doação. O livro que ajudou a construir a sua história pode marcar profundamente outras vidas. Dê vida nova aos seus livros!! Precisamos especialmente de livros literários. A liberdade passa pela leitura.

Pontos de doação:

Em Cruzeiro do Sul;
Universidade Federal do Acre
Prédio do Projeto Rondon
Instituto Federal do Acre
Cidade da Justiça
Presídio Manoel Neri da Silva
Núcleo da SEE
Prefeitura de Cruzeiro do Sul
61º BIS
Quartel da Polícia Militar

Em Rio Branco:

Universidade Federal do Acre
Instituto Federal do Acre
Tribunal de Justiça
IAPEN
Secretaria de Estado de Educação
Secretaria Municipal de Educação
Academia Acreana de Letras

Em Mâncio Lima:

Núcleo da SEE
Secretaria Municipal de Educação
Em Rodrigues Alves
Núcleo da SEE
Secretaria Municipal de Educação

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS