25 de maio de 2022   |   05:35  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Com desabrigados em escolas, Educação de Cruzeiro do Sul depende do nível do Juruá para início do ano letivo

_________________Publicidade_________________

Redação Juruá Online

Em diálogo com o Conselho Municipal de Educação e gestores, a secretaria da área tenta iniciar as aulas de forma presencial.

O calendário de voltas às aulas já está pronto, afirma Valdenizio Martins, secretário de Educação. “Estamos com todo o interesse e cuidado para iniciar o ano letivo de forma presencial. A volta às aulas terá uma atenção maior aos cuidados emergenciais”, detalha Martins.

Os alunos deverão fazer uso de máscaras, álcool gel e distanciamento social. A Secretária de Educação conta que fez todo um investimento para o retorno ser o mais seguro possível.

No calendário, o início está previsto para dia 4 de abril. Porém, com as escolas ainda servindo como abrigo para as famílias atingidas pela enchente, essa data ficou ainda mais incerta. São mais de 8 escolas abrigando famílias na área urbana, e pelo menos 7 em áreas alagadas.

De acordo com Valdenizio Martins, dependendo do nível do rio, haverão duas opções: aulas presenciais e remotas.

Apesar da cheia, o Juruá tem apresentado leve vazante, o que traz pouca esperança para a concretização na data marcada. Se o rio não baixar, o reinício das aulas presenciais acabará sendo adiado.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS