4 de julho de 2022   |   11:00  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Com alto risco de fogo, qualidade do ar no Alto e Baixo Acre vem sendo agravada pelo fumaceiro

Nesta quarta-feira (25) a cidade de Brasiléia amanheceu com a maior concentração de material poluente no ar do Estado.

_________________Publicidade_________________

Nesta quarta-feira (25) a cidade de Brasiléia amanheceu com a maior concentração de material poluente no ar do Estado, mas em Rio Branco a situação não é diferente. À medida em que o verão se intensifica, as queimadas urbanas e rurais aumentam a poluição do ar neste fim de mês de maio.

De acordo com os dados da Secretaria de Meio Ambiente e Povos Indígenas (Semapi) o risco de fogo na região do Alto e Baixo Acre é “crítico” para estes dias.

Além da Semapi, a qualidade do ar é medida pela rede de sensores do Ministério Público do Acre. Em junho 2019 se tornou operacional a maior rede de monitoramento da qualidade do ar da Amazônia, que se conecta a uma rede internacional, com disponibilização de dados em tempo real e de forma gratuita. Foram instalados 30 sensores, distribuídos nas sedes dos 22 municípios do Estado do Acre.

Esta ação foi realizada pelo Ministério Público do Estado do Acre em parceria com várias instituições.

Ac24Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS