Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Colegas de cela não perdoaram: preso por estuprar criança de 3 anos no Acre é morto em presídio

A informação foi confirmada pelo Instituto de Administração Penitenciaria (Iapen).

_________________Publicidade_________________

O detento Raimundo Morais de Souza, de 40 anos, foi morto por colegas de cela na noite deste domingo (5). A informação foi confirmada pelo Instituto de Administração Penitenciaria (Iapen).about:blank

Em nota à imprensa, informaram que o detento assassinado estava em isolamento preventivo juntamente com outros quatro presos na cela 27 do pavilhão A.

Segundo os  os policiais penais de plantão, ao indagar detentos sobre o que havia acontecido, eles confessaram o crime alegando que o crime cometido por Raimundo havia sido contra uma criança e ainda, em virtude de tê-los enganado ‘dizendo ter tabaco e trocar pelos alimentos dos demais colegas de cela quando, na verdade, tinha apenas um saco com um material de cor preta que aparentava ser tabaco’.

Foto: Cedida

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e esteve no local, mas foi possível apenas constatar a morte do detento. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) também compareceu para realização de perícia e procedimentos de praxe.

“O Iapen busca contato com a família de Raimundo Morais de Souza para informar sobre o ocorrido e prestará todo o amparo estabelecido em lei. Também se solidariza, manifestando pesar pela perda repentina, desejando que Deus conforte os familiares e amigos neste momento de dor”, diz trecho da nota.

Em 2013, Raimundo havia sido condenado a 10 anos de prisão por estuprar uma criança de 3 anos em Capixaba.

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas