Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ciro Nogueira encontra Bolsonaro e confirma que assumirá Casa Civil

_________________Publicidade_________________

Jair Bolsonaro e o senador do PP se reuniram na manhã desta terça-feira (27); pelas redes sociais, Ciro afirmou que buscará ‘equilíbrio’ e ‘avanços’

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã desta terça-feira (27). Pelas redes sociais, ele confirmou que assumirá o cargo de ministro-chefe da Casa Civil e disse que buscará “equilíbrio” e “avanços”.  

“Acabo de aceitar o honroso convite para assumir a chefia da Casa Civil, feito pelo presidente Jair Bolsonaro. Peço a proteção de Deus para cumprir esse desafio da melhor forma que eu puder, com empenho e dedicação em busca do equilíbrio e dos avanços de que nosso país necessita”, escreveu o senador.PUBLICIDADE

A reunião confirma a reforma ministerial anunciada por Bolsonaro na última semana. Com a confirmação, Ciro deverá buscar reconciliação com o Judiciário e se tornar um novo interlocutor entre o Executivo e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo informações do analista de política da CNN Caio Junqueira, Ciro terá aval político para as negociações em nome do governo com o Congresso, Judiciário e partidos. 

Pouco após a reunião com o presidente que confirmou sua ida à Casa Civil, Ciro postou uma foto ao lado dos ministros Fábio Faria (Comunicações), Eduardo Ramos (atual Casa Civil), Flávia Arruda (Secretaria de Governo), do presidente Jair Bolsonaro e do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). 

“Muito feliz em fazer parte desse grande time de ministros, trabalhando unidos, sob a liderança do presidente Jair Bolsonaro, pelos brasileiros. Tenho certeza também de que contaremos com o apoio do meu querido amigo Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, nessa honrosa missão”, escreveu o parlamentar no Twitter. 

Também pelas redes sociais, Ramos desejou sucesso a Ciro na Casa Civil. O general confirmou que seguirá “em nova missão determinada pelo PR [presidente] na Secretaria-Geral”. 

O encontro entre Ciro e Bolsonaro deveria ter ocorrido na tarde desta segunda-feira (26), no entanto, o senador, que estava no México, enfrentou problemas técnicos com o voo e a data da reunião foi alterada. 

Atualmente, quem ocupa o posto de ministro-chefe da Casa Civil é o general Luiz Eduardo Ramos. A confirmação de Ciro na Casa Civil é apenas uma parte da reforma ministerial de Bolsonaro.

Com a saída da Casa Civil, Ramos assume a Secretaria-Geral da Presidência, atualmente chefiada por Onyx Lorenzoni. Lorenzoni, que já ocupou o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, deve assumir uma versão recriada da pasta do Trabalho, sob o nome do Ministério do Emprego e Previdência.

Na última semana, Bolsonaro afirmou que a aproximação do governo com o Centrão se dá “pela governabilidade” e que o nome atribuído aos partidos políticos de Centro é “pejorativo”.

Ele ainda disse que o PP passa a ser uma possibilidade de filiação para uma provável disputa das eleições em 2022. Bolsonaro está há mais de um ano sem partido e já foi filiado ao PP.

Via – CNN

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas