Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Casal é preso suspeito de atear fogo em apartamento após discussão em Sena Madureira

_________________Publicidade_________________

Casal teria discutido, decidido tocar fogo no local e ficar dentro para morrer. Quando o fogo se alastrou, moradores saíram correndo e foram presos pela PM suspeitos de incêndio criminoso. Caso ocorreu na noite da última quarta-feira (26) no bairro Vitória.

Um casal foi preso na noite da última quarta-feira (26) suspeito de atear fogo no apartamento onde morava no bairro Vitória, em Sena Madureira, no interior do Acre. A Polícia Militar (PM-AC) informou que os dois teriam discutido, iniciaram o incêndio e queriam ficar dentro do imóvel.

Quando as chamas se alastraram, o casal teria corrido em direção à rua. O apartamento deles ficava próximo a outros três. Dos quatro, pelo menos dois foram totalmente consumidos e os demais tiveram danos na parte de cima.

Equipes do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros do Acre foram até o local e, após duas horas de trabalho, conseguiram apagar as chamas. Os moradores não ficaram feridos. Apenas moradores de um dos imóvel não estavam em casa no momento do incêndio.

“Incendiaram o apartamento devido à uma questão passional. A Polícia Militar levou os dois para a delegacia, a mulher por desacato e por ter ateado fogo junto com o homem. Parece que queriam se matar, mas, quando começou a pegar fogo, saíram do local. Pegou fogo no deles e dos outros, prejuízo grande para o proprietário”, explicou o tenente da PM-AC Fábio Diniz.

Após duas horas de combate, os bombeiros conseguiram controlar as chamas — Foto: Asscom/Corpo de Bombeiros do Acre

Após duas horas de combate, os bombeiros conseguiram controlar as chamas — Foto: Asscom/Corpo de Bombeiros do Acre

O Corpo de Bombeiros informou que, por causa da madeira, o fogo logo se espalhou para os demais imóveis. Após o combate à chamas, foi feito o rescaldo e o isolamento da área. O casal foi encaminhado para a delegacia da cidade, onde foi ouvido e liberado pela Polícia Civil.

G1 ACRE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas