Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Casa terapêutica de Cruzeiro do Sul realiza ação alusiva ao Agosto Lilás com a presença da primeira-dama do Estado

_________________Publicidade_________________

SECOM

A convite da primeira-dama de Cruzeiro do Sul, Lurdinha Lima, a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, participou de um café da manhã neste sábado, 14, na Fazenda da Esperança Maria Madalena, no bairro Floresta, no município.

Com a participação da primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, café fez parte de uma ação alusiva ao Agosto Lilás Foto: Pedro Devani/Secom

O café fez parte de uma ação alusiva ao Agosto Lilás, mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher, e contou com as presenças da desembargadora Eva Evangelista e das juízas de Direito Andréa Brito e Ivete Tabalipa, além da secretária de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM), Ana Paula Lima e do presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior.

A Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica que atua desde 1983 no processo de recuperação de mulheres que buscam a libertação do vício, principalmente álcool e drogas. O método de acolhimento contempla três aspectos determinantes: o trabalho como processo pedagógico, a convivência em família e a espiritualidade para encontrar o sentido da vida.

Ana Paula Cameli disse que a causa feminina sempre foi a sua luta desde o início do governo Gladson Cameli Foto: Pedro Devani/Secom

“A causa feminina sempre foi a minha luta desde o início do governo Gladson Cameli, assim como a das crianças, adolescentes e idosos. E essa é uma causa na qual não podemos trabalhar sozinhos, precisamos da união de poderes e da sociedade para vencer as barreiras sociais que ainda existem no combate ao vício e à violência”, destacou a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, ao agradecer o apoio que a primeira-dama do Município de Cruzeiro do Sul vem dando às ações relacionadas ao tema.

Acolhimento de mães

Bastante emocionada, uma das mulheres acolhidas na Fazenda disse que sua vida mudou graças ao acolhimento e aos ensinamentos que recebe na unidade. “Conheci as drogas aos 16 anos e aos poucos fui chegando ao fundo do poço. Quando vi que já estava quase perdendo os meus filhos por causa de denúncias no Conselho Tutelar decidi lutar pela minha vida e por eles. Hoje posso dizer que esse lugar que estou mudou a minha vida e graças a Deus não perdi os meus filhos”, disse Artemísia Silva, que está na unidade com uma de suas filhas.

Bastante emocionada, uma das mulheres acolhidas na Fazenda disse que sua vida mudou graças ao acolhimento e aos ensinamentos que recebe na unidade.  Foto: Pedro Devani/Secom

O grande diferencial da comunidade é acolher gestantes e mães com seus filhos. “A casa considera importante que a mãe tenha seus filhos por perto para uma plena recuperação. Essas mulheres passam por um caminho de acompanhamento, onde o amor transforma vidas e a família ganha um sentido ainda maior”, destacou a primeira-dama de Cruzeiro do Sul, Lurdinha Lima.

Primeira-dama de Cruzeiro do Sul, Lurdinha Lima, diz que o grande diferencial da comunidade é acolher gestantes e mães com seus filhos.Foto: Pedro Devani/Secom

Apoio

A Fazenda da Esperança é uma entidade que sobrevive de doações para se manter. Recentemente, o deputado estadual Nicolau Júnior, que é presidente da Assembleia Legislativa, destinou R$ 35 mil em emendas para a reforma da casa.

Deputado estadual Nicolau Júnior destinou R$ 35 mil em emendas para a reforma da casa. Foto: Pedro Devani/Secom

“Sei que esse recurso ainda não é suficiente para sanar todas as necessidades da casa, mas já é um começo. Continuarei trabalhando para conseguir mais recursos para cá e já aproveito para agradecer pelo trabalho que vocês, voluntários, realizam aqui, com tanta dedicação e tanta sensibilidade”, disse o deputado.

Atualmente, a diretoria da Fazenda da Esperança Maria Madalena é composta pelo presidente, padre Eriberto, pela vice-presidente Beatriz Cameli, pela secretária Lucimar Pedroza e pela tesoureira Cléia de Lima. Além da diretoria, várias mulheres são voluntárias na unidade.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas