Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Campanha alerta para a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços públicos e privados

Com uma média de sete notificações de óbitos diárias por complicações decorrentes da Covid-19 e constante aumento no número de casos registrados nas últimas semanas, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), iniciou mais uma campanha preventiva em reforço às medidas de enfrentamento à doença.

As equipes se espalharam pelo Lago do Amor e Parque do Tucumã para levar informação. Foto: Dharcules Pinheiro.

Usando camisetas com a pergunta “Aceita uma máscara?”, uma equipe de servidores da secretaria se reuniu na tarde desta quinta-feira, 11, para alertar a população sobre a importância do uso do acessório, que, por meio de decreto, tornou-se obrigatório e indispensável para uso em qualquer espaço público ou privado. A ação se deu no Lago do Amor, em Rio Branco.

O secretário de Segurança do Estado, Paulo Cezar dos Santos, também participou do ato e informou que, a partir de segunda-feira, 15, haverá mais rigor nas ações de fiscalização, estando o cidadão sujeito a multa caso seja flagrado sem o uso de máscara fora de seu domicílio.

O secretário de Segurança, Paulo Cezar dos Santos, liderou a campanha. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.

“Escolhemos este local e estendemos a ação aos arredores do Parque do Tucumã, locais em que podemos perceber pessoas sem máscara, fazendo exercícios físicos sem a mínima preocupação com o próximo. Estamos preocupados em preservar vidas e viemos conscientizar as pessoas”, destacou o secretário.A multa é de R$ 74,47 e está fundamentada na Lei N° 3.647, publicada em Diário Oficial do Estado do Acre.

Renata Barros é servidora pública e uma das voluntárias da campanha de conscientização. Foto: Dharcules Pinheiro /Sejusp.

A servidora Renata Barros foi uma das voluntárias do ato. Ela frisou a importância do cumprimento das medidas impostas pelo Estado. “É notório o esforço que o governo tem feito para conter a propagação da doença, impondo medidas, orientado, pedindo, fazendo campanhas e, ainda assim, percebemos a indiferença e a desobediência por parte da população, que hoje padece com centenas de infectados e registros de óbitos todos os dias. Fiz questão de participar e fazer minha parte e a secretaria está de parabéns pela iniciativa”, relatou.

João Victor é estudante de medicina e alerta sobre o uso da máscara. Foto: Dharcules Pinheiro /Sejusp

Durante a caminhada em torno do Parque do Tucumã, diversas pessoas foram flagradas sem máscara e alertadas sobre a importância do uso. O estudante de Medicina João Vitor de Albuquerque é frequentador assíduo do ambiente, porém, quando sai para fazer atividade física, não esquece de usar a máscara e costuma carregar um frasco com álcool em gel.

“Usar máscara no momento em que estamos vivendo é um ato de amor ao próximo. É indispensável, tanto para a autoproteção quando para a proteção das pessoas com quem temos contato. Quem não usa está sendo inconsequente e põe em risco a própria vida e a de outras pessoas. Vejo o ato do governo como um pedido desesperado para que as pessoas entendam que a doença não é brincadeira e que precisam se cuidar. O gesto não arranca pedaço, portanto, usem máscara”, enfatizou.

Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.
Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp.

Via: Agência de Notícias do Acre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas