Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Caminhoneiros Bolsonaristas desbloqueiam BR-364 e tráfego volta ao normal

_________________Publicidade_________________

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou na tarde desta sexta-feira, 10, que os caminhoneiros liberaram o último bloqueio da BR-364, situado em Jaci-Paraná (RO). Pela manhã, a PRF tinha desmentido o governo federal que chegou a afirmar que não haveria mais bloqueio da BR-364 nesta sexta-feira, 10.

O bloqueio dos caminhoneiros começou na quarta-feira, 8, um dia após os atos antidemocráticos do dia 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. Em um posto de combustível localizado às margens da BR-364, no município de Candeias do Jamari (RO), caminhoneiros fecharam a BR-364 em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

De quarta até esta sexta-feira, 10, em Rondônia, 13 pontos foram pelos caminhoneiros pró-Bolsonaro, dez na BR-364, outro na BR-421, outro na BR-435 e uma na RO-460.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os atos aconteceram em Porto Velho, Cacoal, Ji-Paraná, Ouro Preto, Candeias, Jaru, Cujubim e Presidente Médici.

Apesar do apelo do presidente Jair Bolsonaro em um áudio pedindo aos caminhoneiros que liberem as estradas do país, a maioria dos caminhoneiros decidiram pôr fim aos bloqueios somente nesta sexta.

Na quinta-feira, 9, o presidente Bolsonaro divulgou um áudio pedindo o fim da paralisação, afirmando que a ação “atrapalha a economia” e “prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres”.

Nesta sexta, 10, a assessoria do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Acre (SINDEPAC), afirmou à reportagem do ac24horas que em Rio Branco alguns postos já começam a sentir os efeitos da paralisação dos caminhoneiros e estão sem estoque de gasolina aditivada.

O sindicato reafirmou a dificuldade dos proprietários dos postos em adquirir o derivado do petróleo e revelou que muitos dos estabelecimentos tinham garantido uma boa quantidade de combustível. “

Os postos estavam com dificuldades de comprar novos estoques em Rondônia devido esses bloqueios, mas alguns estabelecimentos do Acre tinham combustíveis disponíveis por pelo menos dois dias. Na quarta-feira mesmo alguns postos já não tinham gasolina aditivada”, informou o sindicato.

“Por enquanto, não recebemos informações sobre postos sem os outros combustíveis”, acrescentou a assessoria.

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas