Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Buracos e abismos na BR 364 geram transtornos a motoristas que cobram providências: restauração só em 2023 segundo Denit

_________________Publicidade_________________

As péssimas condições da BR 364, no trecho entre Sena Madureira e Feijó devido inúmeros buracos, tem gerado muitas críticas de condutores de veículos, especialmente de caminhoneiros e motorista de ônibus, que encontram muitas dificuldades para levarem ou trazerem suas encomendas.

O risco de acidente é constante e muitos tem que viajar quase o dobro de horas de viagem para chegarem ao seu destino ao longo da rodovia, normalmente de Rio Branco à Cruzeiro do Sul.

Nos últimos dois anos o serviço de tapa buraco foi lento e mínimo. Alguns abismos também se formaram ao longo da rodovia, dificultando ainda mais o tráfego de veiculos.

Em nota ao Sistema Juruá de Comunicação, o Denit alegou que período chuvoso dificulta o serviço de melhoria da BR e que as obras de restauração serão realizadas apenas em 2023.

Nota Oficial

O Departamento Nacional de infraestrutura de Transportes – DNIT, em atenção à solicitação da reportagem da TV Juruá, informa:

  • Atualmente, a Autarquia conta com dois contratos de manutenção para o segmento, cujas ações são realizadas conforme a disponibilidade de recursos orçamentários.
  • A Autarquia destaca que estamos no período chuvoso amazônico, o que impede uma atuação plena na execução dos serviços.
  • Por suas características, o trecho da BR-364/AC localizado entre Sena Madureira e Feijó necessita de intervenções estruturais. Neste mês de janeiro, o DNIT realiza licitação para contratar os projetos de restauração, com previsão de início das obras em 2023.

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas