Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Britney Spears: as explosivas declarações da cantora em julgamento sobre sua tutela

'Eu só quero minha vida de volta', disse a estrela pop em um depoimento público muito aguardado.

_________________Publicidade_________________

A pop star Britney Spears fez um violento ataque à tutela “abusiva” de seu pai, afirmando que ele controlou “100.000%” sua vida por 13 anos.

Britney falou pela primeira vez em uma aguardada audiência pública. Ela disse que lhe foi negado o direito de ter mais filhos e que foi obrigada a tomar o remédio psiquiátrico lítio (medicamento classificado como estabilizador de humor) contra sua vontade.

O pai da cantora, Jamie Spears, assumiu o controle dos negócios por meio de uma ordem judicial em 2008. A ordem foi concedida depois que a estrela foi internada em meio a preocupações com sua saúde mental.

Falando na quarta-feira (24) por telefone a um juiz em Los Angeles, a pop star disse que estava traumatizada e chorava todos os dias. “Só quero minha vida de volta”, disse ela.

A juíza do Tribunal Superior de Los Angeles, Brenda Penny, agradeceu a Britney por suas palavras “corajosas”, mas não tomou nenhuma decisão.

É provável que o processo legal se arraste por muito tempo antes que qualquer deliberação seja tomada sobre o fim da tutela, segundo a agência de notícias Associated Press.

Há anos, especula-se sobre como Britney, de 39 anos, se sente sobre o acordo de tutela, com os fãs vasculhando suas redes sociais em busca de pistas.

“Quero acabar com esta tutela sem ser avaliada”, disse Britney ao tribunal em um discurso emocionante de 20 minutos por link de vídeo.

“Mereço ter uma vida, trabalhei toda a minha vida. Mereço uma pausa de dois a três anos.”

Britney, que é mãe de dois filhos, disse que queria se casar com o namorado e ter outro filho, mas a tutela de seu pai não permitiu. Ela acusou seu pai de impedi-la de remover um dispositivo anticoncepcional intrauterino (DIU) para que ela pudesse engravidar.

Ela também disse que havia tomado lítio — um remédio usado para tratar transtorno bipolar — contra sua vontade, e que isso a faz se sentir bêbada e incapaz de conversar.

“Esta tutela está me fazendo muito mais mal do que bem”, disse ela. “Não estou feliz, não consigo dormir. Estou com tanta raiva que choro todos os dias.”

Os detalhes da tutela nunca foram tornados públicos.

Jamie Spears deixou temporariamente o cargo de tutor legal de sua filha em 2019 por motivos de saúde — e a estrela pop pede que isso se torne permanente.

Ela está tentando instalar permanentemente Jodi Montgomery, uma profissional de cuidados, no cargo de curadora, em vez de reintegrar seu pai.

Jamie Spears ficou incomodado com as alegações de sua filha no tribunal, de acordo com seu advogado.

“Ele lamenta ver sua filha sofrendo e com tanta dor”, disse o representante em um comunicado lido no tribunal. “O senhor Spears ama sua filha e sente muito a falta dela.”

A equipe jurídica de Jamie Spears defende que ele teria feito um bom trabalho gerenciando as finanças de sua filha.

Dezenas de fãs do movimento #FreeBritney (“Liberte Britney”) se reuniram do lado de fora do tribunal.

“Tudo o que ela disse foi absolutamente comovente e, na verdade, é ainda pior do que eu imaginava”, disse Megan Radford, uma das fundadoras do movimento, à BBC.

Pessoas protestam em apoio à Britney Spears no dia de uma audiência de caso de tutela no Tribunal Stanley Mosk em Los Angeles, Califórnia — Foto: Reuters/Mario Anzuoni

Pessoas protestam em apoio à Britney Spears no dia de uma audiência de caso de tutela no Tribunal Stanley Mosk em Los Angeles, Califórnia — Foto: Reuters/Mario Anzuoni

Dentro do tribunal

(*David Willis, repórter da BBC News em Los Angeles)

Britney Spears desabafou, diante de um tribunal em choque, sobre seus 13 anos de frustração reprimida — uma onda de acusação, raiva e arrependimento, tudo dito em um monólogo tão ofegante que às vezes o juiz tinha que pedir a ela para falar mais devagar.

Ela parecia isolada, perdida e solitária; uma superestrela que fora manipulada sem piedade. Sabíamos que ela havia pedido para falar diretamente ao juiz, mas poucos poderiam ter previsto um discurso tão angustiado.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Foi uma crítica fulminante ao processo de tutela e aos membros de sua família que supostamente deveriam cuidar de sua saúde mental.

O que é a tutela?

A tutela (“conservatorship” em inglês, na lei americana) é concedida por um tribunal para indivíduos que são incapazes de tomar suas próprias decisões, como aqueles com demência ou outras doenças mentais.

A tutela de Britney é dividida em duas partes — uma é para seus bens e assuntos financeiros; a outra é para ela como pessoa.

Sob esse acordo legal, Britney já não controla suas finanças desde 2008. Foi nessa época que ela começou a se comportar de forma irregular em meio ao divórcio com o rapper Kevin Federline e uma batalha pela custódia dos filhos do casal.

A estrela ganhou as manchetes em uma série de incidentes públicos, incluindo raspar a cabeça, e ela foi internada duas vezes.

O que é a campanha #FreeBritney?

O slogan da campanha veio de um site de fãs que protesta contra o acordo de tutela desde 2009, de acordo com o jornal americano New York Times.

Os ativistas acreditam que a cantora foi forçada a manter o acordo. Eles costumam fazer protestos em tribunais que lidam com o caso.

Eles até pediram à Casa Branca que interviesse para acabar com a tutela, enviando petições com dezenas de milhares de assinaturas.

Depois que Britney cancelou abruptamente uma residência em Las Vegas (uma série de shows fixos em Las Vegas) e se internou em um centro de saúde mental em 2019, alegando problemas emocionais com a doença de seu pai, a campanha ganhou novo impulso.

Por que essa audiência é tão aguardada?

Tanto o movimento #FreeBritney quanto o recente lançamento de um documentário do New York Times sobre a cantora renovaram o interesse do público.

Mas a pop star não comentava publicamente sobre a batalha legal, embora membros de sua própria família tenham se manifestado contra a ordem.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Registros judiciais de 2019, a última vez em que ela falou em tribunal, nunca foram divulgados. Britney costuma ser bastante otimista em suas postagens online e evita falar publicamente sobre problemas legais.

Mas o New York Times disse esta semana que obteve documentos judiciais confidenciais que mostram que a cantora se opõe às restrições desde 2014.

Em abril, a estrela pediu para se dirigir ao tribunal por meio de seu advogado.

Ela já havia indicado por meio de advogados que não queria mais que seu pai se envolvesse no gerenciamento de sua carreira e que não se apresentaria novamente com ele na tutela.

Qual foi a reação?

Desde o comparecimento ao tribunal, várias celebridades postaram mensagens de apoio.

O astro Justin Timberlake, que foi namorado de Britney Spears nos anos 1990, postou uma série de tweets pedindo que as pessoas a apoiem: “Depois do que vimos hoje, todos deveríamos estar apoiando Britney neste momento. Independentemente do nosso passado, bom e ruim, e não importa há quanto tempo … o que está acontecendo com ela não está certo”.

Timberlake fez um pedido público de desculpas a Britney no início deste ano, depois que o documentário do New York Times sugeriu que ele a tratou de forma desrespeitosa ao discutir sua vida sexual no rádio.

O atual namorado de Britney, o personal trainer e ator Sam Asghari, postou uma foto sua no Instagram com uma camiseta que dizia “Liberte Britney”.

A cantora Mariah Carey tuitou: “Nós te amamos Britney!!! Siga forte.”

Rose McGowan, atriz e ativista do movimento MeToo, disse no Twitter que Spears tinha todo o direito de estar com raiva, acrescentando: “Como você se sentiria se sua vida fosse roubada, dissecada, ridicularizada? Rezo para que ela viva sua vida nos seus próprios termos. PAREM DE CONTROLAR AS MULHERES.”

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas