Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Brasil registra 2.527 novas mortes por Covid; média móvel de casos fica acima de 65 mil pela 1ª vez depois de um mês

País contabiliza 444.391 óbitos e 15.898.558 casos, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa com informações das secretarias de Saúde. Média móvel de mortes voltou a subir e chegou a 1.971.

_________________Publicidade_________________

O Brasil registrou 2.527 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta quinta-feira (20) 444.391 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.971. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -9% e indica tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta quinta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

O Brasil completa agora 120 dias com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil. De março até o dia 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média acima da marca de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

Evolução da média móvel de óbitos por Covid no Brasil na última semana — Foto: Editoria de Arte/G1

Evolução da média móvel de óbitos por Covid no Brasil na última semana — Foto: Editoria de Arte/G1

  • Sexta (14): 1.913
  • Sábado (15): 1.910
  • Domingo (16): 1.915
  • Segunda (17): 1.918
  • Terça (18): 1.953
  • Quarta (19): 1.944
  • Quinta (20): 1.971

Dois estados aparecem com tendência de alta nas mortes: AM e PI.

A Secretaria de Estado de Saúde do Piauí informou que o dado de mortes de terça-feira (18) o dado foi inflado devido a uma revisão de óbitos.bitos ocorridos em meses anteriores. Foram 107 óbitos a mais referentes a outros meses –o que fez a média móvel saltar em mais de 50% e passar a indicar alta. Esse dado retroativo segue tendo reflexo na análise da curva da média móvel nos dias seguintes.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 15.898.558 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 83.367 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 65.962 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +10% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos.

A média móvel de casos voltou a ficar acima da marca de 65 mil casos depois de 30 dias abaixo, período em que ela se manteve em torno da marca de 60 mil. Esse aumento gradativo dentro da faixa da estabilidade chama atenção e destoa do que foi visto na média de mortes –que no mesmo período caiu em quase 1/3. Só nos últimos dias a média de mortes voltou a subir.

O recorde na média móvel de casos no país foi registrado em 27 de março, quando ela chegou a 77.128.

Brasil, 20 de maio

  • Total de mortes: 444.391
  • Registro de mortes em 24 horas: 2.527
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.971 (variação em 14 dias: -9%)
  • Total de casos confirmados: 15.898.558
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 83.367
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 65.962 por dia (variação em 14 dias: +10%)

Estados

  • Em alta (2 estados): PI, AM
  • Em estabilidade (17 estados): AP, CE, GO, PE, ES, SE, BA, RN, RJ, PB, MS, SP, MT, RO, RS, AL, MG
  • Em queda (7 estados e o DF): SC, PR, PA, RR, MA, TO, DF, AC

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Veja a variação das mortes por estado

Estados com mortes em alta — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em alta — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em estabilidade — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em estabilidade — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em queda — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em queda — Foto: Editoria de Arte/G1

Sul

  • PR: -17%
  • RS: -15%
  • SC: -16%

Sudeste

  • ES: -1%
  • MG: -15%
  • RJ: -5%
  • SP: -8%

Centro-Oeste

  • DF: -34%
  • GO: 2%
  • MS: -7%
  • MT: -10%

Norte

  • AC: -46%
  • AM: 25%
  • AP: 11%
  • PA: -18%
  • RO: -11%
  • RR: -21%
  • TO: -30%

Nordeste

  • AL: -15%
  • BA: -2%
  • CE: 5%
  • MA: -22%
  • PB: -7%
  • PE: -1%
  • PI: 31%
  • RN: -4%
  • SE: -2%

Brasil

Consórcio de veículos de imprensa

Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal .

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas