Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Bombeiros de MG dizem que devastação no Haiti se assemelha à de Moçambique há 2 anos: ‘Trabalho será árduo’

Militares mineiros integram missão de ajuda humanitária do governo brasileiro no país caribenho. Há 2 anos, equipes do estado também foram enviadas à África após passagem de ciclone.

_________________Publicidade_________________

Bombeiros de Minas Gerais, que integram a missão de ajuda humanitária do governo brasileiro no Haiti, seguem nesta quarta-feira (25) para Les Cayes, uma das cidades mais afetadas pelos tremores que atingiram o país caribenho.

A equipe mineira, formada por quatro militares, desembarcou nesta segunda-feira (23) na capital Porto Príncipe, e as primeiras percepções são que a situação em território haitiano se assemelha ao cenário de devastação em Moçambique, em 2019. Há dois anos, a corporação também participou de missões de salvamento no país africano, que foi atingido por ciclones.

“As necessidades e empenhos são parecidos e a única certeza é que o trabalho será árduo nesses dias”, disse o Corpo de Bombeiros em nota.

Bombeiros de MG fazem parte de missão de ajuda humanitária do governo brasileiro no Haiti — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Bombeiros de MG fazem parte de missão de ajuda humanitária do governo brasileiro no Haiti — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O Haiti foi atingido por terremotos, sendo o maior de magnitude 7,2. Em um cenário que já era devastador, o ciclone tropical Grace também provocou estragos no território haitiano. Mais de 2,2 mil pessoas morreram.

Além dos militares mineiros, militares da Força Nacional e militares do Grupo de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal seguiram para a região do Caribe.

Inicialmente, o avião decolou de Brasília, na manhã deste domingo (22), com mais de sete toneladas de suprimentos. Mas uma “questão técnica” levou a Força Aérea Brasileira (FAB) a substituir a aeronave.

A troca de avião foi feita na Base Aérea do Cachimbo, no Pará. O problema não foi detalhado. A nova aeronave decolou de Boa Vista (RR) na manhã desta segunda-feira (23).

Depois de desembarcarem em Porto Príncipe, os militares se reuniram na sequência com a ministra-conselheira Marissol Tereza Chaves Romaris, do Ministério das Relações Exteriores.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a reunião foi importante para apresentar aos militares sobre a situação do país e começar a planejar as ações da equipe.

Experiência na bagagem

A equipe do Corpo de Bombeiros de Minas que vai atuar no Haiti é composta por quatro militares: capitão Tiago Costa, tenente Rafael Rocha, sargento Wesley Bernardes Faria e sargento Thales Leite Braga.

Eles são especialistas em operações de salvamento e gestão de desastre, com experiência em casos de desmoronamentos, podendo atuar em atividades como planejamento e inteligência de busca, realizando mapeamento estratégico, georreferenciamento e busca aérea.

E atuaram após as tragédias de rompimentos de barragens em Mariana, em 2015, e Brumadinho, em 2019.

“A frase que nós temos é que é melhor estar preparado para o impossível do que ser surpreendido pelo inesperado”, disse o capitão Tiago Costa em uma entrevista ao G1 no ano passado.

Capitão Tiago Costa atuou em Mariana, em Brumadinho e em Moçambique — Foto: Corpo de Bombeiros

Capitão Tiago Costa atuou em Mariana, em Brumadinho e em Moçambique — Foto: Corpo de Bombeiros

E, mais uma vez, o oficial foi chamado pelo inesperado. Em 5 de novembro de 2015, a equipe do capitão foi uma das primeiras a chegarem à região de Bento Rodrigues e ver de perto os estragos provocados pela lama da barragem da Samarco.

O oficial também participou ativamente da operação de resgate no Córrego do Feijão. A equipe coordenada por ele foi a responsável pela localização do refeitório, onde estavam diversas das 270 vítimas da tragédia da Vale.

O capitão e outros dois integrantes da equipe também participaram da missão em Moçambique.

Bombeiros desembarcaram na capital haitiana nesta segunda-feira (23) — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Bombeiros desembarcaram na capital haitiana nesta segunda-feira (23) — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas