30 de junho de 2022   |   14:52  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Bolsonaro diz que desaparecidos fizeram aventura em região selvagem

O presidente lembrou que dois suspeitos já foram detidos pela Polícia Federal.

_________________Publicidade_________________

Foto: Marcos Corrêa

Ao comentar o desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que os dois fizeram “aventura não recomendável” em uma região “completamente selvagem”.

“Realmente, duas pessoas apenas num barco numa região daquela, completamente selvagem, é uma aventura que não é recomendável que se faça. Tudo pode acontecer, pode ser um acidente, pode ser que eles tenham sido executados. Tudo pode acontecer. A gente espera e pede a Deus que eles sejam encontrados brevemente. As Forças Armadas estão trabalhando com muito afinco na região”, disse o presidente Bolsonaro em entrevista ao SBT, nesta terça-feira (7/6).

Bolsonaro lembrou que dois suspeitos de estarem envolvidos no desaparecimento já foram detidos pela Polícia Federal (PF) e estão sendo investigados.

Dom e Bruno se deslocaram para a região com o objetivo de visitar a equipe de vigilância indígena que fica próxima ao Lago do Jaburu. O jornalista pretendia fazer algumas entrevistas com integrantes da comunidade que residem no local.

Eles viajavam com uma embarcação nova, de 40 cavalos, e 70 litros de gasolina, o que seria suficiente para a viagem.

Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) divulgou uma nota em que diz que o governo brasileiro tomou conhecimento, “com grande preocupação”, da notícia, e cita a possibilidade de crime: “Na hipótese de o desaparecimento ter sido causado por atividade criminosa, todas as providências serão tomadas para levar os perpetradores à Justiça”.

Leia, na íntegra, a nota do Itamaraty:

Ministério das Relações Exteriores
Assessoria Especial de Imprensa

Nota nº 86
7 de junho de 2022

Desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips na Amazônia

O Governo brasileiro tomou conhecimento, com grande preocupação, da notícia de que o jornalista britânico Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira estão desaparecidos na região do Vale do Javari, na Amazônia.

Mobilizado desde logo, o Departamento de Polícia Federal (PF) está atuando naquela região e tomando todas as providências para localizá-los o mais rápido possível. A PF fez repetidas incursões e tem contado com o apoio da Marinha do Brasil, que se somou aos esforços nos trabalhos de buscas de ambos os cidadãos.

O Governo brasileiro seguirá acompanhando as buscas com o zelo que o caso demanda e envidando os esforços necessários para encontrar prontamente o profissional da imprensa britânica e o servidor da Fundação Nacional do Índio.

Na hipótese de o desaparecimento ter sido causado por atividade criminosa, todas as providências serão tomadas para levar os perpetradores à Justiça.

Os familiares e colegas de trabalho dos desaparecidos serão mantidos a par do progresso das buscas.

Com Informações Metrópoles

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS