Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Blazer ‘Love’ da primeira-dama Jill Biden define o tom da conferência do G7

_________________Publicidade_________________

A primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, ressaltou o objetivo de união do marido dela antes da  conferência do G7 na Cornualha, Reino Unido, vestindo um blazer estampado com a palavra “love” (amor, em inglês).

Questionada sobre a jaqueta nesta quinta-feira (10), quando ela e o presidente Joe Biden se encontraram com o primeiro-ministro britânico Boris Johnson e a esposa dele, Carrie, ela disse: “Estamos trazendo amor dos Estados Unidos”. PUBLICIDADE

“Essa é uma conferência global e estamos tentando trazer união em todo o globo”, acrescentou. “Acho que é importante nesse momento que as pessoas sintam um senso de união entre todos os países, um senso de esperança depois desse ano de pandemia”. 

Desenhada pela marca francesa Zadig & Voltaire, a mensagem otimista da peça foi soletrada usando pinos em formato de pirâmide. Apesar do item não estar mais listado no site da marca, um ajaqueta “love” similar, branca, é vendida por US$ 448 (R$ 2.299).

A primeira-dama combinou o blazer com um vestido envelope de bolinhas do estilista norte-americano Brandon Maxwell, que também vestiu a neta dela, Finnegan, para a posse presidencial em janeiro.

Comentaristas de política foram rápidos em comparar a mensagem de Biden com a de outra veste famosa de primeira-dama dos EUA: a jaqueta controversa da Zara vestida pela ex-primeira-dama Melania Trump, que dizia “I Really Don’t Care, Do U?” (“eu realmente não me importo, e você?”, em tradução livre). 

Melania Trump usa jaqueta com inscrição "I Really Don't Care, Do U?"
A ex-primeira-dama Melania Trump usa jaqueta com inscrição “I Really Don’t Care, Do U?” (“eu realmente não me importo, e você?”)

Trump foi retratada usando a parka verde oliva infame em 2018, quando ela visitou crianças imigrantes na instalação da fronteira com o Texas, com críticos dizendo que a peça refletia as políticas imigratórias do marido. A porta-voz da então primeira-dama, Stephanie Grisham, disse na época que “não há nenhuma mensagem escondida”, antes de Donald Trump dizer que foi uma alfinetada na “mídia fake”, acrescentando: “Melania aprendeu como eles são desonestos, e ela verdadeiramente não se importa mais!”. 

Vários usuários das redes sociais publicaram imagens lado a lado das duas jaquetas, com um publicando um tweet que a de Biden simbolizava “uma grande diferença dos dias de Trump”. Outro sugeriu que a escolha da veste era uma crítica à predecessora dela.

A roupa de Biden ganhou a aprovação da diretora artística da Zadig & Voltaire, Cecile Bonstrom, que publicou sobre a jaqueta no story do Instagram dela, junto da mensagem, “Amo a primeira-dama dos Estados Unidos usando o blazer do amor da Zadig & Voltaire”. 

Não é a primeira vez que Biden usa a peça em público. Ela já foi fotografada a usando num evento de campanha na Filadélfia em abril de 2019. Também não é a primeira vez que ela usa o guarda-roupa para reforçar as mensagens do governo Biden. 

No jantar de posse do marido, Biden usou um vestido bordado com as flores oficiais de cada estado e território norte-americano — com a flor de pessegueiro de Delaware costurada perto do coração dela. A estilista por trás da peça, Gabriela Hearst, disse ter sido inspirada pela “mensagem de união”. 

No sábado (12), a primeira-dama se reunirá com as esposas dos outros líderes do G7, antes de seguir para o Castelo de Windsor para uma audiência com a Rainha Elizabeth no dia seguinte. A agenda dela também inclui uma reunião com um grupo de voluntários que apoia os veteranos militares do Reino Unido, bem como um encontro com o pessoal que participou da campanha para arrecadação de fundos “Caminhada pela América”. 

O diretor de comunicações associado sênior da Casa Branca, Matt Hill, sugeriu que a mensagem da jaqueta de Biden foi endereçada aos militares, com uma publicação no Twitter que dizia que ela estava “levando o amor dos Estados Undios, especialmente para os membros do serviço militar norte-americano e as famílias deles no exterior”. 

Via-CNN

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas