Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Base do governo descarta criação de Fundação e vai propor que PL que extingue Igesac seja votado

_________________Publicidade_________________

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre, deputado Pedro Longo (PV), vai propor na sessão desta terça-feira, 24, que o projeto de lei de autoria do Palácio Rio Branco, que extingue o Instituto de Gestão de Saúde do Acre (Igesac) e incorpora mais de 900 trabalhadores em um quadro em extinção na Secretaria de Saúde, seja votado ainda esta semana.

Longo descarta a criação de uma Fundação Pública, reivindicada pelos servidores do Igesac, e vai propor que o PL, com alguns ajustes na redação, seja analisado nas comissões da Aleac.

“Houveram conversas no final da semana, mas somente para alguns ajustes na redação. Somente aspectos de redação que os servidores do IGESAC pediram”, explicou o parlamentar.

Apesar da definição, Longo entende que a maneira mais segura para de tratar sobre o tema seria deixar o Igesac assumir a gestão das Unidades de Saúde, mas isso gera problemas com os Sindicatos da Saúde. “Isso depende da avaliação dos outros colegas também. Será uma semana de trabalho intenso, porque tem vetos trancando a pauta que precisam ser votados antes. Possivelmente tenha de haver sessão na quinta-feira também”, disse.

Sobre o descarte da possibilidade da criação de uma Fundação, Longo disse ser inviável. “Não tem como. A PGE não poderá fazer a defesa em juízo pois já alegou que era inconstitucional recentemente. Deixaria os trabalhadores muito fragilizados”.

Consultado, o líder da oposição na casa, deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), disse que o debate em torno da Fundação não está esgotado. Olha, essa posição do líder, terá que ser externada na comissão. Para nós o debate da fundação não está esgotado. Seria a melhor e mais segura das medidas. Prefiro então aguardar o debate”, defendeu.

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas