Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Bandidos matam pai de família que reclamou de barulho em sua porta

Fotógrafo foi assassinado no quintal de casa após reclamar

_________________Publicidade_________________

O fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, foi brutalmente assassinado por traficantes na porta de casa, na manhã deste sábado (15), em uma favela no bairro do Fonseca, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Thiago foi morto após pedir para que os criminosos diminuíssem o barulho na porta de sua casa porque sua filha não conseguia dormir.

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), que investiga o caso, Thiago estava em casa com a família, por volta das 6h, quando saiu para pedir a traficantes que diminuíssem um pouco a algazarra que se formou na porta da sua casa.

Em seguida, ouviram-se tiros e Thiago entrou no quintal de sua residência já baleado, caindo no chão logo em seguida.

Ele chegou a ser socorrido por familiares para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

A viúva de Thiago afirmou que, antes do marido, ela mesma tinha até os criminosos para pedir que reduzissem o barulho do grupo. Ignorando o pedido, os homens continuaram a incomodar o casal, até que o próprio Thiago saiu para pedir o mesmo. Ele, no entanto, foi alvejado e morto.

Via-Pleno News

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas