Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Auxílio do Bem: Famílias beneficiadas passam por recadastramento em Cruzeiro do Sul

_________________Publicidade_________________

Famílias beneficiadas com o Auxílio do Bem no valor de R$ 150,00 passam por recadastramento e podem receber agora até R$ 550,00. Entre as exigências para continuar recebendo o auxílio é não estar recebendo o bolsa família ou ser empregado.

Com o recadastramento, as famílias irão receber os benefícios até dezembro deste ano. “Nós estamos em uma segunda etapa do programa Auxílio do Bem, na qual essas famílias que já foram cadastradas, precisam estar aqui durante a semana para refazer o seu recadastramento, porque elas podem ser reavaliadas. Na primeira etapa elas iriam receber apenas três parcelas de R$ 150,00 reais. Se elas passarem por essa reavaliação e forem aprovadas, poderão estar recebendo o valor de R$ 150 à 550 até dezembro desse ano”, relatou Sandra Soriano, coordenadora do Programa do Auxílio do Bem.

O recadastramento segue na próxima terça-feira, 11, à partir das oito horas da manhã na quadra ao lado da prefeitura no bairro Miritizal.

A coordenadora explicou também que as famílias que ainda não receberam a terceira parcela do auxílio, devem estar recebendo nos próximos dias. “Essa parcela estará provavelmente sendo creditada nas contas das famílias até a próxima semana, houve alguns problemas mas já foi resolvido”.

Auxílio do Bem

O Programa Auxilio do Bem é uma iniciativa do Governo do Acre por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), que vai beneficiar beneficiar mais de 18 mil famílias no estado.

O cartão é um auxílio para as famílias mais vulneráveis decorrente da pandemia ocasionada pela Covid-19. O benefício será concedido mensalmente, no valor de R$ 150, pelo período de até três meses, com a concessão de um benefício por família. Serão beneficiadas também dez Organizações da Sociedade Civil, que atuam no acolhimento de crianças, jovens, adultos e idosos.

O benefício será concedido às família por meio da entrega de um cartão do programa, que poderá ser utilizado no comércio local, em estabelecimentos credenciados para aquisição de itens de primeira necessidade. O investimento de R$ 9,5 milhões é oriundo do Banco mundial.

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas